Kang Dong Goo é um diretor de cinema que já foi muito amado, mas hoje é um azarado artista que tem dificuldades para sobreviver na indústria do cinema. Ele também cuida da irmã mais bonita, a aspirante a repórter Kang Seo Jin e da ex-namorada, a modelo Min Soo Ah. Chun Joon Ki é um aspirante a ator que só faz papéis de apoio, e além disso, só causa problemas. Bong Doo Shik é um roteirista. Ele veio para Seul querendo alcançar seus objetivos, mas ao invés de produzir seus próprios trabalhos, Bong Doo Shik acaba trabalhando para os outros para se sustentar. Com a sugestão de Chun Joon Ki, os três amigos abrem a pensão Waikiki para ganhar dinheiro com o objetivo de produzir um filme. E antes mesmo que eles possam olhar para frente, eles acabam falidos. Tudo parece estar desmoronando, mas a chegada de uma nova hóspede muda tudo: a mãe solteira Yoon Ah. Agora hospedando pessoas com quem eles se importam, eles não podem deixar a pensão cair em ruínas. Também conhecido como "Eulachacha Waikiki" e "Laughter in Waikiki", o drama é dirigido por Lee Chang Min e roteirizado por Kim Ki Ho, Song Ji Eun e Song Mi So.

Já fiz um post aqui falando sobre as primeiras impressões de Eulachacha Waikiki, ele é um drama de comédia, claro que tem romance e cenas mais dramáticas porém o foco aqui é te fazer rir com esses personagens malucos que vivem entrando em problemas. Cada um dos 6 protagonistas tem os seus sonhos e lutam muito para conquistar seus objetivos mas a vida não sorri muito para eles e perseguir o sonho se torna um grande, problemático, confuso e divertido desafio. 

Que nós amamos livros todo mundo sabe, mas você gosta de quadrinhos ou tirinhas? Se identifica com elas ?
Confesso que antes do lançamento desses livros eu já procurava os quadrinhos dessa autora para ler, por conta do conteúdo engraçado e divertido, e quando vi que teria o lançamento desses livros eu pirei.
Em muitos quadrinhos me identifiquei com a autora, e foi legal saber que não sou só eu que passo por diversas situações que ocorrem nos livros.

Título: Ninguém vira adulto de verdade
Autor (a): Sarah Andersen
Lançamento: 2016
Páginas: 120
Editora: Seguinte
Gênero: Quadrinhos
Estrelas: 5/5
Comprar: Amazon
Sinopse: As tirinhas certeiras de Sarah Andersen, que já contam com mais de 1 milhão de fãs no Facebook, registram lindos fins de semana passados de pernas pro ar  na internet, a agonia de andar de mãos dadas com alguém que estamos a fim (e se os dedos ficarem suados?!), a longa espera diária para chegar em casa e vestir o pijama, e a eterna dúvida de quando exatamente, a vida adulta começa. Em outras palavras, este livro é sobre as estranhezas e peculiaridades de ser um jovem adulto na vida moderna. A sinceridade com que Sarah Andersen lida com temas como autoestima, timidez, relacionamentos e a frequência com que lavamos o sutiã torna impossível não se identificar com esses quadrinhos hilários e carismáticos.


Divertidas e cativantes os quadrinhos de Sarah Andersen mostra várias situações que ocorrem no dia-a-dia do jovem adulto moderno,como a eterna preguiça, procrastinação, relacionamentos (os crushs) e vários outros assuntos, o bom é que o livro é curtinho e pode ser lido bem rápido, é risada na certa.



Título: O ano em que disse SIM.
Autor: Shonda Rhimes
Lançamento:  2016
Páginas: 256
Editora: BestSeller
Gênero: Desenvolvimento Pessoal
Estrelas: 5/5


Sinopse: “Você nunca diz sim para nada. Foram essas seis palavras, ditas pela irmã de Shonda durante uma ceia de Ação de Graças, que levaram a autora a repensar a maneira como estava levando sua vida. Apesar da timidez e introversão, Shonda decidiu encarar o desafio de passar um ano dizendo “sim” para as oportunidades que surgiam. Os “sins” iam desde cuidar melhor de sua saúde até aceitar convites para participar de talk shows e discursos em público. Além disso, Shonda deu um difícil passo: dizer sim ao amor próprio e ao seu empoderamento. Em O Ano em que disse sim, Shonda Rhimes relata, com muito bom humor, os detalhes sobre sua vida pessoal, profissional e como mergulhar de cabeça no “Ano do Sim” transformou ambas e oferece ao leitor a motivação necessária para fazer o mesmo em sua vida.”
Muito provavelmente, você já ouviu falar na Shonda Rhimes. Ou escutou algo sobre suas famosas séries de TV. Shonda é escritora das séries Grey’s Anatomy e Scandal. Além de ser produtora executiva de  How to Get Away With Murder.

" Sou uma falsa médica que escreve medicina falsa para TV."

Quis ler esse livro, pois sempre escutava as pessoas falando que era muito bom, que era um livro apaixonante. Só sabia que era o ano que a personagem disse SIM. Pois é, eu achava que era uma ficção. O que me surpreendeu por ser uma história real. A história da Shonda!

A CW divulgou essa semana o pôster oficial e as primeiras imagens da nova temporada de Supernatural, que estreia sua 14° temporada dia 11 de outubro nos EUA. O episódio de estreia é intitulado de Estranho em uma Terra Estranha.  

A série tem em seu elenco Jared Padalecki como Sam Winchester, Jensen Ackles como Dean Winchester, Misha Collins como Castiel e Alexander Calvert como Jack.


Título: O Cobiçado: Rohan Sen 
Autor: Mari Scotti
Lançamento: 2016
Estante: Skoob
Páginas: 414
Editora: Amazon
Comprar: Amazon
Literatura: Nacional
Gênero: Romance
Estrelas: 4/5


Vinte e quatro mulheres à sua disposição. Um coração incapaz de ceder. 
Rohan Sen é um solteirão convicto, vocalista da Four River, uma banda de rock conhecida internacionalmente. Galã nas horas vagas (e nas ocupadas também), desistiu do romantismo após ser largado no altar em rede nacional. Tudo estava bem, até que foi convidado para ser o astro de "O Cobiçado", um novo reality show. 
Aillen Kern encontrou na voz rouca de Sen, um bálsamo para as dores da perda. Após a morte de seu noivo, ela se entregou ao luto, trancando seu coração, mas não o seu amor pela música. Só não esperava ter a chance de conhecer seu ídolo, um dia. Menos ainda participar de um programa em busca de um novo amor, algo que ela decidiu nunca mais procurar. 
Encontrar o amor em um programa de TV parece improvável, mas a vida pode surpreender.

Sabe aqueles livros que você começa a ler porque leu um outro com o tema parecido e resolveu ler esse, mas que você não dá muito por ele no início? Pois a resenha de hoje é sobre um livro assim. Após ter lido Par Perfeito, da A.C. Meyer (já tem resenha dos dois primeiros episódio aqui e aqui), eu estava numa vibe de livro de reality show e então me deparei com O Cobiçado na Amazon e resolvi ler, sem muitas expectativas. Tive um bela surpresa com a leitura desse livro maravilhoso!