11/03/2016

[Resenha #9]: O Projeto Rosie (The Rosie Project) - Graeme Simsion @editorarecord



Título: O Projeto Rosie
Autor: Graeme Simsion
Lançamento: 2013
Estante: Skoob - GoodReads
Editora:  Record
Páginas: 320
Literatura: Estrangeira
Gênero: Romance, Chick List
Estrelas: 5/5

Comprar: Amazon, Submarino (clique nas palavras destacadas para comprar)


Sinopse: Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica.Exceto as mulheres.Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva.Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal.O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor, sim.


Don Tillman é o personagem principal de O Projeto Rosie. Ele é professor de genética da Universidade de Melbourne (Austrália) e tem 39 anos de idade. Ele é extremamente racional, organizado e focado. Ele também não tem empatia, habilidades sociais e evita o contato humano. Em outras palavras, ele provavelmente tem síndrome de Asperger, mas não sabe disso. Ele faz tudo de acordo com um cronograma; cada pequeno detalhe de sua vida é planejado e racionalizado. Quando ele quer fazer algo fora do comum, torna-se "um projeto". Em uma série de eventos não planejados, a vida de Don é completamente mudada e, de repente, ele tem muitos "projetos pessoais". Ele acha que tem apenas "O Projeto Esposa", até Rosie Jarman passar pela porta do seu escritório...
Rosie é tudo que Don não quer. Ela é uma garçonete. Ela fuma e bebe e é sempre atrasada e muito desorganizada. Mas ela tem seus encantos e Don não pode negar isso. Ela é linda e determinada, portanto, tão encantadora. O oposto de Don. Eles se divertem muito no primeiro encontro desastroso que têm e Don não consegue parar de pensar Rosie depois disso.

Após conhecer Rosie, ele acaba saindo da rotina, desmarcando vários compromissos, dormindo tarde, pensando mais que o “seu” o normal. Entretanto, ela se torna uma amiga. E sem perceber ele acaba saindo da sua rotina habitual, pois eles começaram “O Projeto Pai”, que consiste em fazer umas loucuras como: roubar o DNA das pessoas para descobrir quem é o verdadeiro pai de Rosie. Isso tudo acaba levando Don a uma aventura que vai desafiá-lo a rever suas convicções sobre tudo e todos, inclusive sobre ele mesmo. O Projeto Esposa torna-se então, “O Projeto Rosie”, provando-o que nem sempre aquilo que a gente quer é o que a gente precisa.



O Projeto Rosie inicialmente era um roteiro escrito em 2007, como o autor explica nos agradecimentos do livro. Esse pode não ser o livro mais original que li, mas proporciona uma leitura agradável, com uma história que se desenrola de uma maneira bem filme.
Por ser um romance, o livro é um pouco previsível, mas a forma de escrita e a composição dos personagens fazem toda diferença. Não é memorável, mas também não é um romance como qualquer outro. E o mais interessante é que foi escrito por um homem e com um protagonista, o que é raro.
A narração é dotada de uma racionalização, que dá um ar cômico. Don, é realmente um personagem cativante e, a seu modo, perfeito. Ele é fiel, preocupado e atencioso com seus amigos, especialmente Gene, Claudia e Daphne. A leitura é simplesmente deliciosa, eu simplesmente não conseguia largar o livro, leve e divertida.
Super recomendo para aqueles que procuram um romance que possua uma pitada de irreverência. Essa coisa do autor que consegue transformar as características dos personagens de forma sutil. A forma de falar de amor, mas não de um jeito melodramático e sim de amor que encanta pela sua naturalidade. Fez o livro peculiar, ao seu jeito. As sutilezas se tornaram uma grande lição para ambos.
A capa brasileira é linda, mais bonita que a original, rs! E que todas as outras que foram criadas pelo mundo a fora. E eu, como vocês perceberam aí em cima, dei 5 estrelas por simplesmente ter amado esse tipo de chick list. Já almejo “Projeto Rosie Filme” na minha vida, hahaha.
Bom, foi isso. Espero que aceitem bem minha resenha desse livro amor do amor da minha estante. Até depois. Beeeeijos!

Capa Nacional


BookTrailer



Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANUSCRITO LITERÁRIO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS