05/05/2016

[Quinta de Cinema] Especial dia das Mães


Oi, gente! Tudo bom? No clima de Dia das Mães o Quinta de Cinema de hoje traz o filme Para Sempre Alice.

Para Sempre Alice estreou em março de 2015 e rendeu um merecido oscar a atriz Julianne Moore. Com direção de Richard Glatzer e Wash Westmoreland. No elenco temos Julianne Moore como Alice, Kristen Stewart como Lydia, Kate Bosworth como Anna e Alec Baldwin como John.




A Dra. Alice Howland (Julianne Moore) é uma renomada professora de linguistica. Aos poucos, ela começa a esquecer certas palavras e se perder pelas ruas de Manhattan. Ela é diagnosticada com Alzheimer. A doença coloca em prova a a força de sua família. Enquanto a relação de Alice com o marido, John (Alec Baldwinse), fragiliza, ela e a filha caçula, Lydia (Kristen Stewart), se aproximam.





O filme é baseado no Romance de mesmo nome da autora Lisa Genova e conta a história de Alice, uma professora de faculdade que é diagnosticada com um tipo precoce de Alzheimer aos 50 anos. A partir de então, somos apresentados ao dia a dia de Alice e sua família e o modo como ela enfrenta a doença. Desde suas preocupações com o futuro dos filhos (principalmente se eles podem ou não desenvolver a doença), a incapacidade de prosseguir com sua profissão e o avanço de sua doença. Acompanhamos todo o progresso da doença e como, muitas vezes, algo simples que esquecemos pode ser o início de alguma coisa mais grave. 

Em Para Sempre Alice, vemos nossa protagonista perder a si mesma, inicialmente ela esquece coisas banais como o caminho que faz para caminhar ou ter um branco quando se prepara para dar uma aula que já ministrou várias vezes. Assim, podemos ver todo o esforço para não se perder completamente, mesmo que em pequenas coisas, como quando Alice coloca lembretes para não esquecer de nada. Mas notamos também o desespero por trás dessas simples tentativas de não esquecer (ou para se lembrar) das coisas. 

Vemos a relação de Alice com sua família. A relação com seu marido se torna tensa e por conta disso seu casamento fica fragilizado, no entanto sua conexão com Lydia, sua filha mais nova, se intensifica e esta se torna sua amiga e protetora.   




Gostaram da dica? Vale super a pena assistir ao filme. 
Comentem e até a próxima Quinta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANUSCRITO LITERÁRIO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS