10/04/2017

Noticias
Entrevista com a autora @annacms_autora


Como já noticiamos aqui, no último sábado aconteceu o lançamento de Eu Não Posso Escolher, segundo volume da série A Cidade que Nunca Dorme da autora Anna CMS, publicado pela Editora Multifoco.
Aproveitando o lançamento, fizemos algumas perguntas a autora e você pode conferir.

Manuscrito Literário: O que te levou a começar a escrever?
Anna CMS: As histórias, tramas e diálogos tagarelando em minha cabeça. Exigem ser escritos. É inevitável e apaixonante.
Eu escrevia histórias de ficção científica quando adolescente, mas só depois que terminei o Mestrado senti necessidade de voltar a rabiscar algumas coisas. Na época foram fanfics da Saga Crepúsculo, as quais estão sendo aos poucos adaptadas agora.

ML: Quem são os autores que te inspiram?
Anna: Pedro Bandeira quando mais jovem. Tive uma época longa com romances espíritas, que aumentaram muito meu vocabulário. Voltei a escrever inspirada por Stephenie Meyers e sua Saga, e não me envergonho nem um pouco disso. Atualmente, Sylvia Day.

ML: Alguns desses autores  tem influência na forma com a qual você escreve?
Anna: Todos os autores que leio afetam minha escrita de uma forma ou de outra e acho isso muito enriquecedor sempre.

ML: O que te inspirou a escrever essa Série, A cidade que nunca dorme?
Anna: São tramas que eu sempre quis explorar. O primeiro era uma fanfic que escrevi entre 2010 e 2011, e foi adaptada em 2015. Ano passado, com o iminente lançamento de Eu mereço ser a única, resolvi dar continuidade a série, escrevendo as tramas das suas outras 3 amigas, o que gerou um spin off. Foi um ponto de ruptura para mim.

ML: Algum dos personagens é inspirado em alguém real?
Anna: No lançamento de Eu mereço ser a única, uma amiga muito querida me perguntou brincando: "Hum... será que vou me encontrar aqui neste livro?!" E eu sorri e expliquei a ela: "Não se trata dos outros, se trata de todas as Annas que eu jamais fui e jamais serei!" Meus personagens não são pessoas que eu conheço, tampouco têm muito de mim mesma. Eles têm a personalidade, falam e fazem coisas que eu nunca tive ou terei, nunca falei ou falarei e nunca fiz ou farei. Meus personagens são a minha desconstrução e reconstrução em outro contexto, outro lugar, outra vida.
Outra vida que eu jamais cogitei, nem cogitarei. 
Por isso são chamados personagens!

ML: Você espero viver um amor como o dos seus livros?
Anna: Posso dizer que de certa forma vivo. Como não escrevo personagens idealizados, "irrealmente" perfeitos, mas cheios de defeitos e qualidades como qualquer um de nós, posso dizer que vivo um amor assim. Com problemas, dificuldades e momentos felizes e mágicos.

ML: Conta um pouco do que vem por ai nesse segundo livro da série, pra quem ainda não conhece.
Anna: O livro conta o drama da Patti dividida entre dois gêmeos que se odeiam desde jovens. Ela namora há anos com Jesse, mas justamente por não saber da existência de seu irmão Jayden, acaba se envolvendo com o gêmeo bad boy: primeiro por engano e depois por se ver envolvida pelos dois lados da mesma moeda. Porém, Jayden traz consigo um segredo que faz Jesse revelar uma face que Patti não conhecia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANUSCRITO LITERÁRIO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS