27/04/2017

Quinta de Cinema
Guardiões da Galáxia Vol. 2


Oi, gente! Tudo bom?


Hoje eu vim trazer para vocês um Quinta de Cinema diferente e também uma novidade  do Universo Cinematográfico Marvel. Eu fui conferir a estréia de Guardiões da Galáxia Vol. 2 e vim contar para vocês em primeira mão o que eu achei do filme

Antes de tudo eu preciso dizer que Guardiões da Galáxia Vol. 2 está perfeito e se você está em dúvida sobre ir ou não assistir a esse filme, eu lhe digo que o filme vale a pena cada centavo que você gastará no ingresso. A sequência de Guardiões da Galáxia manteve a mesma qualidade do primeiro e teve como preocupação mostrar mais a fundo os personagens e  a interação entre a família criada no primeiro filme. 



Com uma grande dose de humor, o longa teve 2h e 17 min de pura emoção e bastantes risadas, sem grandes conexões com os eventos que culminarão na Guerra Infinita, mas ainda assim ele cumpre com louvor seu papel e prende o telespectador com maestria desde o início do filme, que começa com o Baby Groot dançando sem se importar com o amanhã e com os perigos que seus amigos estão passando (mas se eu fosse tão fofa como o Groot  quando está dançando também não me importaria), até o fim (até o fim mesmo, porque como todo filme da Marvel esse teve também cenas pós-créditos e foram 5 cenas ).



Com esse objetivo de desenvolver os personagens e mostrar a família que eles formaram, James Gunn brinca com novas possibilidades dentro do Universo Marvel permeando pelo seu senso de humor peculiar. Com um  roteiro altamente estruturado em uma reação em cadeia, a cada cagada que nossos guardiões faziam havia uma consequência (e algumas delas mais desastrosas que outras) movimentando a trama e acrescentando uma nova camada ao personagem e a todo Universo Marvel.

No início do longa, eles precisam lutar para que sua recém formada família se mantenha unida, ao mesmo tempo em que eles descobrem mais sobre o mistério que paira em torno do pai de Peter Quill. Velhos inimigos se tornam improváveis aliados e personagens muito conhecidos nos quadrinhos vão em auxílio dos guardiões. Tudo isso faz com que cada vez mais o Universo cinematográfico da Marvel se expanda.


Com um novo fundo musical, Guardiões da Galáxia Vol. 2 traz uma trilha sonora espetacular seguindo a mesma linha da trilha sonora de seu antecessor, repleto de clássicos dos anos 80. Esse novo pano de fundo musical, batizado de Awesome Mixtape #2 pelo Peter, dá sequência as aventuras, cada vez mais malucas, vividas pelos guardiões enquanto eles viajam através da galáxia.



O elenco mais uma vez foi incrível e com excelentes interpretações. O time de guardões do primeiro filme se manteve  com Chris Pratt como o divertido Peter Quill, o Senhor das Estrelas, Zoe Saldana como Gamora, Dave Bautista como Drax (que teve um papel mais cômico nesse filme do que no primeiro filme), Karen Gillan como Nebulosa, Michael Rooker como Yondu e os dubladores Bradley Cooper que dublou o divertido Rocket e Vin Diesel que fez a voz do fofíssimo baby Groot. No entanto, os novatos também deram um show de interpretação dando vida a personagens surpreendentes e bem marcantes, como Kurt russell como Ego, Elizabeth Debicki como Avesha e Pom Klementieff  como a inocente Mantis, que foi responsável por protagonizar cenas bem engraçadas ao lado de Drax. Mas as maiores surpresas no elenco foram Stan Lee com uma de suas melhores participações especiais nos filmes Marvel e Sylvestre Stalone como Stakar Ogord, que, apesar de ter aparecido pouco e pela primeira vez em Guardiões da Galáxia Vol. 2, teve uma atuação tão incrível que parecia que já fazia pate do Universo Cinematográfico Marvel desde o primeiro filme.


Guardiões da Galáxia Vol. 2, apesar de não ser exatamente uma continuação do primeiro filme, dá essa sensação de continuidade a quem assistiu ao primeiro filme. Pois os personagens como sempre estão em apuros e tentando salvar a galáxias mais uma vez.



Agora já conhecidos como os Guardiões da Galáxia, os guerreiros viajam ao longo do cosmos e lutam para manter sua nova família unida. Enquanto isso tentam desvendar os mistérios da verdadeira paternidade de Peter Quill.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANUSCRITO LITERÁRIO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS