05/04/2017

Resenha #50 A Garota do Calendário: Junho - Audrey Carlan @verus_editora

Obs.: Antes de começar essa resenha eu já aviso, pode conter spoiler dos livros anteriores.

Se você ainda não leu os outros livros da série, eu sugiro que você pare de ler essa resenha agora mesmo e vá ler os livros anteriores e suas respectivas resenhas. Você pode ler as resenhas de :

Janeiro            Fevereiro            Março            Abril            Maio

Título:  A Garota do Calendário: Junho
Autor (a): Audrey Carlan
Lançamento: 2016
Estante: Skoob - GoodReads
Editora: Verus
Páginas: 160
Literatura: Estrangeira
Gênero: Erótico, romance
Estrelas: 3,5/5

O sexto volume do fenômeno editorial nos Estados Unidos, com mais de 3 milhões de cópias vendidas Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de junho em Washington com Warren, um coroa rico que precisa de uma mulher a seu lado para tratar com políticos e investidores. O acordo entre eles não envolve sexo — já com Aaron, o filho de seu cliente, Mia não pode garantir.

É junho e após o mês inesquecível que passou no Havaí, Mia está agora em Washington para encontrar seu novo cliente, Warren Shipley. Warren é um senhor muito rico que precisa dela para ser sua namorada "troféu" para que possa se enturmar com pessoas influentes e conseguir investidores para seu projeto de filantropia. No entanto o acordo deles não envolve sexo, isso fica bem claro no início da relação deles, até porque Warren já possui um relacionamento de longa data com sua govenatan, Kathleen. 

No entanto, Mia logo fica atraída pelo filho de seu cliente, Aaron. Aaron é um senador que a princípio parece ser uma boa pessoa e bem sedutor, mas que no decorrer do livro se mostra bem cafajeste.

Nesse mês, Mia só tem a função de ser bonita e fútil para que possa posar de namorada troféu ao lado de Warren e ajudá-lo em seu projeto. Mia se enturma com as outras namoradas troféus e consegue abrir alguns caminhos para que Warren consiga angariar os fundos que tanto precisa para seu projeto.

Warren é um senhor muito gentil e respeitável, e ele acaba tratando Mia como se fosse parte de sua família. E ela por sua vez não poderia ir embora sem ajudar o casal com alguns conflitos. Mas nem tudo na vida de Mia é fácil e ela sofre um golpe duro que faz com que ela vá parar no hospital e que sua estadia em Washington seja encurtada.

Esse livro teve uma carga emocional bem maior do que os outros livros, tratando de um assunto bem polêmico e como isso poderia afeta outras pessoas. Ainda não consegui me decidir se a posição que a Mia tomou em relação ao ocorrido foi certa ou não, e isso me incomodou um pouquinho. No mais, o livro é bem diferente dos outros livros da série, teve um pegada mais leve em relação aos relacionamentos de Mia com seus clientes, mas, por outro lado, teve uma carga emocional bem mais intensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANUSCRITO LITERÁRIO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS