03/05/2017

Resenha #57
A Garota do Calendário: Novembro - Audrey Carlan @verus_editora

Obs.: Antes de começar essa resenha eu já aviso, pode conter spoiler dos livros anteriores.

Se você ainda não leu os outros livros da série, eu sugiro que você pare de ler essa resenha agora mesmo e vá ler os livros anteriores e suas respectivas resenhas. Você pode ler as resenhas de:

Janeiro           Fevereiro           Março                 Abril                 Maio              Junho   
Julho              Agosto                Setembro           Outubro

Título: A Garota do Calendário: Novembro
Autor (a): Audrey Carlan
Lançamento: 2016
Estante: Skoob 
Editora: Verus
Páginas: 160
Literatura: Estrangeira
Gênero: Erótico, romance
Estrelas: 4/5

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser. Em novembro, Mia viajará novamente para Nova York por motivos profissionais, mas dessa vez o trabalho é diferente. Ela precisará entrar em contato com celebridades — sorte dela que alguns dos amigos que fez em sua jornada estão prontos para ajudá-la!

A jornada de Mia está finalmente acabando, e o mês de novembro vem para trazer boas notícias para a vida dela.

Seu trabalho como apresentadora no programa do Dr. Hoffman faz cada vez mais sucesso e este mês ela vai viajar para Nova York para entrevistar dois amigos, Mason e Anton, para o especial de ação de graças. A entrevista aborda gratidão e enquanto Anton continua o mesmo sedutor de sempre e Mason aparece com algumas surpresas.

Além da entrevista com seus amigos famosos, Mia também entrevista algumas pessoas anônimas em pontos turísticos da cidade, como a Estátua da Liberdade, mostrando histórias lindas de pessoas comuns.

Mia continua com algumas atitudes infantis e dessa vez elas são direcionas para sua irmã, Maddy. No entanto, Wes também se mostra um tanto infantil e bastante ciumento e inseguro, mas isso é algo que dá pra entender já que ele passou por situações terríveis e ainda está se recuperando de seus traumas. E o relacionamento deles está cada vez mais forte e caminhando para um longo futuro juntos.

Como Mia nunca teve uma comemoração de dia de ação de graças antes, Max e Wes ficam revoltados com essa notícia e resolvem fazer uma surpresa para ela.

É nesse mês também que o pops finalmente acorda do coma e precisa se atualizar com tudo que aconteceu na vida de suas filhas.

O livro acaba com Mia sendo convocada para fazer uma misteriosa viagem de trabalho, deixando um gancho para o próximo livro. Esse gancho me deixou muito curiosa sobre o motivo dessa viagem e eu confesso que, antes de ler o último livro, já imaginava o qual seria esse motivo.

Esse livro é bem mais leve do que os anteriores e vem para trazer um final para alguns personagens. O livro, por ser bem curtinho,tem um ritmo de leitura bem fluido, os capítulos são bem curtinhos e rápidos, dando um ritmo bom a narrativa. Esse mês foi o início da despedida e isso ficou bem nítido no decorrer do livro, com poucos problemas para resolver e com a vida praticamente no lugar, Mia apenas está realizando seus sonhos. 

Esse livro também teve bem mais participação da família dela do que todos os anteriores e Isabel, filha do Max, roubou a cena (e o meu coração) mais uma vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANUSCRITO LITERÁRIO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS