Resenha #61
Sr. Daniels - Brittainy C. Cherry @editorarecord

Título: Sr. Daniels
Autor (a): Brittainy C. Cherry
Lançamento: 2015
Estante: Skoob - GoodReads
Editora: Galera Record
Páginas: 322
Literatura: Estrangeira
Gênero: Young Adult, Romance
Estrelas: 5/5

Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã.
Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Ao sentir-se esperançosa quanto a sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês. 
Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar os antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos.

Antes de tudo preciso avisa a vocês que esse é um livro bem apaixonante, muito fofo e muito quebrador de coração!! 

Eu vou começar essa resenha de maneira diferente, ao invés de falar um pouco do livro e depois dizer o que eu acho, vou começar falando do que eu senti lendo o livro. 

Eu li Sr. Daniels tem um tempinho, mas eu precisei esperar um pouco para vir escrever essa resenha. Eu descobri Sr. Daniels por acaso em um dos meus muitos momentos em que só leio livros com temáticas específicas, eu estava lendo apenas livros sobre professores e alunos e pedi uma indicação a um amigo que me falou desse livro.

No decorrer da leitura eu achei que fosse algo parecido com A Verdade Sobre Nós, da autora Amanda Grace e do qual eu detestei, então eu fiquei um pouco com o pé atrás de ter a mesma decepção. E conforme a história avançava, eu começava a ter alguns déjà vus de outros livros com temática parecida, afinal eu já tinha lido alguns, e já estava imaginando como terminaria o livro. Mas, ao fim da leitura, eu me deparei com algo totalmente diferente e muito, muito amorzinho e ter previsto várias coisas e comparado com outros livros só me fez amar mais as surpresas que me aguardavam na história.

Eu me senti tão comovida com a história dos protagonistas, tão parte da história. E como sempre, a escrita da Brittainy C. Cherry não nos decepciona e me deixou completamente rendida nas primeiras páginas. 

O livro e narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista da Ashlyn e do Daniel. E o amor dos dois protagonistas é bem visível, em nenhum momento tem aquela enrolação de colocar alguém ali só para atrapalhar o casal, até porque eles não precisam disso. 

Brittainy C. Cherry coloca uma carga dramática tão grande que parece saltar das páginas e ir direto ao seu psicológico. A relação que Ashlyn tem com sua irmã, Gaby, que mesmo após sua morte continua grande, e o amor que existe entre ela e Daniel é tão forte, tão verdadeiro, tão lindo que foi impossível não querer que eles ficassem juntos. 

Uma característica dos livros de Cherry é a intensidade. Seus personagens todos sempre enfrentam situações difíceis, ao mesmo tempo em que passam por grandes conflitos internos. Isso tudo é exposto ao leitor bem no início, nos mostrando as dificuldades de Daniel e Ashlyn e, aos poucos, o restante do quadro de personagens. Nos é mostrado que nessa história não há nem mocinhos e nem vilões e que todos são complexos, são um pouco de cada. Que todos tem defeitos e qualidades e precisam lidar com si e com as relações estabelecidas com os outros. 

Ashlyn perdeu a irmã, que morreu com leucemia, e não sabe mais qual é o sentido de sua vida. A relação com sua mãe nunca foi fácil, mas está piorando cada vez mais porque sua mãe está mais distante do que nunca. Ela é então mandada para a casa de seu pai, com que não possui nenhum vínculo. 

"Sua voz era leve como a garoa, mas eu sabia que poderia criar uma tempestade se ele quisesse.”

E é durante a viagem de trem que ela conhece um rapaz de olhos azuis e que faz seu coração bater mais forte. A atração entre ele é tão forte que algo a leva para junto dele quando a única coisa que ela queria era chorar. Com o passar dos dias ela percebe que tudo é tão terrível quanto ela imaginava, pois, seu pai não sabe o que fazer com ela e sua madrasta é uma pessoa perfeita. Mas, nem tudo está perdido, seus irmãos são muito melhores do que ela imaginava e logo surge uma  amizade entre eles. 

No entanto ela não consegue tirar o rapaz de olhos azuis da cabeça e quando ela o encontra a atração continua tão densa que quase e possível sentir. Mas quando ela descobre o nome do garoto que a encantou com sua paixão por música e Shakespeare, Daniel Daniels, ela também percebe que ele é seu professor de inglês. Ela agora precisa aprender a lidar com essa informação e com seus sentimentos e, ainda de quebra, precisa achar uma maneira de lidar com a ausência de sua irmã. 

Foi impossível não me emocionar com as circunstâncias que permeiam a relação de Daniel e Ashlyn, ele possui uma sensibilidade, uma delicadeza tão grande com tudo ao redor. Meu coração foi por vezes quebrado por essa história envolvente. E, quando eu já não achava mais ser possível, tive a grande surpresa de ter os pedaços do meu coração colado de volta no lugar nas páginas finais. 

Mais uma coisa que eu amei nesse livro foi a banda Romeo's Quest que abre todos os capítulos com trechos das músicas, mas infelizmente essa banda não existe realmente, a autora criou apena para o livro.

“Tudo parecia tão simples. Um bar com uma música que tocou minha alma. Um menino que sabia o que era perder parte de sua alegria de viver. Uma leve brisa refrescando todo o meu ser.”

Eu espero que tenham gostado dessa resenha e se você ainda não leu Sr. Daniels vocês está perdendo um livro lindo.
Até a próxima, beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

My Instagram