06/06/2017

Notícias
Vem aí! Filha das Trevas, série The Conqueror I - Kiersten White @Plataforma21_

Ninguém espera que uma princesa seja brutal

Filha das Trevas, primeiro volume da série The Conqueror, da autora Kiersten White, chegará as livrarias Editora Plataforma21 -V&R Editoras Brasil- e o lançamento está previsto para Agosto.

Com uma narrativa épica é excitante, Filha das Trevas traz a história de Lada e Radu, seu irmão mais novo, ambos arrancados de sua terra natal na Valáquia e abandonados por seu pai para serem levados a Império Otomano. 

Lada despreza os otomanos e deseja vingar-se do Império, para depois retornar para casa. Quando conhece  Mehmed, o filho rebelde e solitário do sultão, ela se pergunta se finalmente encontrou alguém digno de sua paixão, mas Mehmed é herdeiro do Império que Lada jurou lutar contra - e que Radu passou a considerar como casa.
Mas quem espera um típico triângulo amoroso será surpreendido. A história e ficção são habilmente fundidos neste complexo amálgama de amor, guerra, política, religião e lealdade, tão rica e complexa quanto o próprio Império Otomano.

Lada Dragwlya e o irmão mais novo, Radu, foram arrancados de seu lar em Valáquia e abandonados pelo pai – o famigerado Vlad Dracul – para crescer na corte otomana. Desde então, Lada aprendeu que a chave para a sobrevivência é não seguir as regras. E, com uma espada invisível ameaçando os irmãos a cada passo, eles são obrigados a agir como peças de um jogo: a mesma linhagem que os torna nobres também os torna alvo.
Lada despreza os otomanos. Em silêncio, planeja o retorno a Valáquia para reclamar aquilo que é seu. Radu, por outro lado, quer apenas se sentir seguro, seja onde for. E quando eles conhecem Mehmed, o audacioso e solitário filho do sultão, Radu acredita ter encontrado uma amizade verdadeira – e Lada vislumbra alguém que, por fim, parece merecedor de sua devoção.
Mas Mehmed é herdeiro do mesmo império contra o qual Lada jurou vingança – e que Radu tomou como lar. Juntos, Lada, Radu e Mehmed formam um tóxico e inebriante triângulo que tensiona ao limite os laços do amor e da lealdade.

Cabeças vão rolar, corpos serão empalados… e corações serão partidos...

Os homens passavam por Lada como se ela não existisse, ou a encaravam de uma forma que era como se não conseguissem enxergá-la. Isso a fazia desejar ter uma arma na mão, uma coroa na cabeça em vez de uma trança, ou até uma barba no rosto. Qualquer coisa que os obrigasse a vê-la como era. Ou, talvez, quando a olhavam e não viam nada, eles já entendessem perfeitamente quem ela era.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANUSCRITO LITERÁRIO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS