01/07/2017

Resenha #70
Sorrisos quebrados - Sofia Silva

Título: Sorrisos Quebrados
Autor (a): 
Sofia Silva
Lançamento: 2017
Estante: Skoob 
Editora: Amazon/Valentina
Páginas: 146
Literatura: Estrangeira
Gênero: Ficção, Romance
Estrelas: 5/5

PaolaPerante Deus, o meu marido prometeu me amar.Cuidar de mim. Ser meu amigo.Perante todos, disse que me amava. Que íamos ser felizes.Viver para sempre juntos.Mentiu em tudo.Até que um dia, perante mim, ele disse que ia me matar. E não mentiu.A partir desse dia vivi escondida no meu mundo, até o André aparecer.AndréNão procurava nada. Não queria ninguém.Não depois de tudo que vivi.O meu coração estava escondido na escuridão, até a Paola surgir com as suas cores, pintando a minha vida.Sorrisos Quebrados é um romance colorido entre duas pessoas Quebradas por relacionamentos passados.Uma história de superação dos próprios medos e promessas

Quando eu descobri Sorrisos Quebrados na Amazon, não achei que esse livro iria me abalar tanto. Sofia Silva é um autora portuguesa que fez muito sucesso no Wattpad e na Amazon, ficando na lista dos mais vendidos da Amazon por várias semanas consecutiva e agora a Editora Valentina irá publicar Sorrisos Quebrados. a autora também virá para a Bienal do Livro do rio de Janeiro desse ano.

A história começa de maneira bem pesada. Paola é quase morta pela marido, que é extremamente ciumento. No início ele tinham um relacionamento maravilhoso, ele era perfeito e atencioso. No entanto, esse relacionamento se tornou abusivo, a máscara dele caiu e ela se descobriu casada com um homem extremamente ciumento, inseguro e abusivo. Para tentar fugir desse relacionamento, ela foi espancada pelo marido e atacada pelos pitbulls dele.

Após isso, o livro nos mostra seis anos depois. Paola vive em uma clínica para pessoas com traumas dos mais variados. Agora ela, uma vez bela, possui várias cicatrizas e sequelas, seu rosto está totalmente transfigurado, além dos vários traumas e medos que possui desde aquele dia.

Nessa clínica ela conhece Sol, uma menina com problemas para se socializar. Esse problema da menina surgiu por causa de um trauma que sofreu quando era bebê e por isso não consegue se conectar com outras pessoas. Porém, com Paola, Sol consegue se conectar e desenvolver uma amizade inexplicável. Essa amizade entre as duas acaba, inevitavelmente, incluindo André, o pai da menina. André, também é atormentado pelos eventos que deixaram Sol traumatizada, mas demonstra de outra maneira.

O livro é contado em terceira pessoa e nos mostra, em capítulos alternados a perspectiva de André e Paola, nos permitindo conhecer, pouco a pouco, a história de cada um. Podemos ver como eles dois estão quebrados pelo passado. Marcados por pessoas que amaram, mas que não os amara.

André é a personificação de tudo que Paola teme. Seu marido era menor e menos forte que André e conseguiu acabar com sua vida, ela teme o que André poderia fazer com ela e isso a assusta. Mas, com o passar do tempo ela percebe que seus temores não são tão verdadeiros assim. Ela percebe que a única coisa que André faz é proteger Sol e a menina se apegou tanto a Paola que a mulher já faz parte da vida da menina. 

Paola mostra a André que o mundo pode ser colorido e não apenas preto e branco. Que mesmo com toda provação que passou, Paola ainda consegue sorrir e achar algo belo da vida.

O livro possui alguns clichês, afinal o que seria dos livros sem eles, como o do casal que está quebrado e jurou nunca mais se apaixonar. Mas não vai muito mais além do que isso, aqui, ao contrário de muitos livro clichês, a personagem não é linda, pelo contrário, Paola tem o rosto cheio de cicatrizes,  e não está danificada apenas por dentro, seu exterior traz as marcas de seus passado dolorosa. E o mocinho, ao contrário de muitos que encontramos por aí, não é um babaca inicialmente e depois é perdoado por causa de seu passado. André é um amorzinho desde o início.

A narrativa da Sofia é bem fluida e a leitura pode ser bem rápida se você tiver algumas horinhas livres. Eu completei minha leitura em algumas horas. A escrita dela é ótima e me lembrou um pouco a da CoHo. O livro nos passa uma mensagem linda sobre superação de abusos em relacionamentos. Nos mostra que podemos nos recuperar das piores provações e que podemos achar beleza mesmo naquilo que pode parecer feio inicialmente.

Agora é só esperar a Valentina lançar o livro físico de Sorrisos Quebrados e a Bienal do Livro do Rio  para pegar meu autógrafo com a Sofia Silva.

Espero que você tenha gostado da resenha.
Um beijo e até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANUSCRITO LITERÁRIO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS