05/07/2017

Resenha #71
O Duque e Eu - Julia Quinn @editoraarqueiro

Título: O Duque e Eu (Os Bridgertons #1)
Autor (a): Julia Quinn
Lançamento: 2013
Estante: Skoob 
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Literatura: Estrangeira
Gênero: Ficção, Romance de Época
Estrelas: 5/5
Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.
Eu finalmente resolvi ler a série Os Bridgerons, da Julia Quinn, que estava há muito tempo na minha estante e nas metas de leituras dos anos passados. E, para minha surpresa, eu me vi totalmente envolvida e encantada por essa família grande e barulhenta.

O Duque e Eu é o primeiro volume da série Os Bridgertons, que é composta por nove livros que contam as aventuras da família Bridgerton. A família é constituída por oito irmãos, sendo quatro homens e quatro mulheres, e cada livro conta a história de um irmão, mas também conta a história da família como um todo. Os irmãos Bridgertons foram batizados por ordem alfabética conforme seus nascimentos e são eles: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory e Hyacinth.
Neste livro somo apresentados a Daphne, a mais velhas das irmãs Bridgerton, mas também temos mais alguns irmãos que se intrometem na vida da moça. Assim, nos é mostrado todo o mundo da aristocracia inglesa e dos muitos bailes onde as moças tem o objetivo de encontrar uma marido. E Daphne, por ser a mais velha das mulheres Bridgerton, possui a tarefa de se casar primeiro. Entretanto, após algumas temporadas sem conseguir se casar, ela passou a ser vista como amiga pelos seus pretendentes e com os vários irmãos que possui, quem não a via  como amiga era amedrontado por seus irmãos fazer qualquer tipo de cortejo. Assim, ela já sabia que provavelmente não encontraria alguem aceitável com quem se casa, até Simon lhe contar seu plano.

Simon Basset, o Duque de Hsatings, passou anos longe de Londres e até que resolveu retornar para tomar posse da herança de seu pai. Simon é um dos homens mais cobiçados da temporada, mas não se dá conta disso até que seu amigo Anthony Bridgerton lhe conta que ele será alvo de todas as mãe casamenteiras de Londres. O Duque de Hastings no entanto não possui o propósito de se casar tão cedo. 

Simon conhece Daphne Bridgerton de maneira um pouco constrangedora, mas a conversa entres eles flui e a amizade surgi de maneira fácil com uma das irmãs de seu melhor amigo. Simon vê em Daphne uma moça diferente de todas as outras que costumam frequentar os salões de bailes. Ela é espirituosa, inteligentes, além de bela.

Sensibilizado com a situação dela e tentando se livrar das matronas, ele tece um plano para resolver a situação dos dois. Daphne não consegue dizer não ao plano de Simon logo de cara, mas ela sabe que pode ser uma loucura fingir que esta sendo cortejada pelo Duque de Hastings. No entanto, ela sabe que essa pode ser a única maneira de conseguir a atenção de bons pretendentes. 

Mas, como sabemos, nada nessa vida é tão fácil assim e à medida que os dois vão se conhecendo fica um pouco difícil para Daphne se lembrar que não está realmente sendo cortejada por Simon e que tudo não passa de fingimento. Tudo piora quando ela começa a conhecer o verdadeiro Simon e ver que ele pode estar mais ferido por dentro do que aparenta. 

O livro possui uma escrita tão fluida que eu li ele em algumas horas. Julia Quinn possui uma leveza ao escrever sobre a família, ela criou personagens maravilhosos e bem construídos. Todos os personagens principais possuem algum defeito, não são perfeitos, possuem uma mágoa, medo, qualquer tipo de imperfeição que os afaste da felicidade e os façam reais.

O livro é escrito em terceira pessoa e alterna entre os pontos de vista dos personagens. No início de cada capítulo temos a icônica Lady Whistledown, uma mulher que escreve um jornal de fofocas sobre a alta sociedade e não perde a chance de comentar e criticar os fatos que acontecem nos salões de bailes de Londres. No entanto, ninguém sabe quem realmente é a pessoa responsável por tantas alfinetadas na alta sociedade londrina.

Eu amei o livro, apesar de achar algumas atitudes da protagonista um pouco estranhas, mas nada que me faça odiá-la. Amei ver a relação dos irmãos Bridgertons, todo o amor que eles tem uns pelos outros, a união da família e como todos eles, mesmo os homens mais velhos, obedecem a mãe e protegem a família.

Anthony, que será o protagonista do próximo livro, é um fofo também e espero que ele consiga lidar melhor com o fardo que ele tomou para si de cuidar de toda família após a morte do pai. Quanto a Colin e Benedict eu não tenho nada a dizer além de que roubaram meu coração e são meus novos bolinhos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANUSCRITO LITERÁRIO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS