26/11/2017

Resenha #105
Mosquitolândia - David Arnold @intrinseca

Título: Mosquitolândia
Autor (a): 
David Arnold
Lançamento: 2015
Estante: Skoob - GoodReads
Páginas: 352
Editora: Intrínseca
Literatura: Estrangeira
Gênero: 
Romance, YA
Estrelas: 5/5
Meu nome é Mary Iris Malone, e eu não estou nada bem.” Após o inesperado divórcio dos pais, Mim Malone é arrastada de sua casa em Ohio para o árido Missis - sippi, onde passa a morar com o pai e a madrasta e a ser medicada contra a própria vontade. Porém, antes mesmo de a poeira da mudança baixar, ela descobre que a mãe está doente. Mim foge de sua nova vida e embarca em um ônibus com destino a seu verdadeiro lugar, o lar de sua mãe, e acaba encontrando alguns companheiros de viagem muito interessantes pelo caminho. Quando a jornada de mais de mil quilômetros toma rumos inesperados, ela precisa confrontar os próprios demô- nios e redefinir seus conceitos de amor, lealdade e sanidade. Com uma narrativa caleidoscópica e inesquecível, Mosquitolândia é uma odisseia contemporânea, uma história sobre as dificuldades do dia a dia e o que fazemos para enfrentá-las.

Eu estava atrás desse livro há muito tempo. Mas, por algum motivo, eu nunca dei preferência para ele na hora em que eu ia comprar meus livros. Até a Bienal do Livro do Rio. Até a Editora Intrínseca fazer uma promoção irresistível. E assim eu enfim consegui meu exemplar de Mosquitolândia.

Em Mosquitolândia conhecemos a história de Mary Iris Malone ou Mim, como gosta de ser chamada. Uma garota que não está nada bem.

Mim é uma adolescente de 16 anos e já possui muitos problemas em  sua vida. Seus pais se divorciaram a pouco tempo, ela mora em outra cidade com seu pai e sua madrasta e ela não tem mais tanto contato com sua mãe. Para ela a cidade de Jackson, no Mississipi, onde mora e que é cheia de mosquitos, a qual ela 'carinhosamente' batizou de Mosquitolândia, não é seu lar. 

As vezes, alguma coisas são mais constrangedoras quando se está sozinho. Acho que quando não tem ninguém por perto para ouvir a idiotice, você é forçado a suportá-la.
- Pág 82

Ao ouvir acidentalmente uma conversa entre seu pai e o diretor de sua escola e descobrir que sua mãe está doente e após parar de receber cartas de sua mãe e achar que sua madrasta tem algo com isso, Mim parte então numa viagem de 1524 quilômetros em busca de respostas sobre o real porquê da distância de sua mãe. 

E assim ela pega todo o dinheiro que sua madrasta guarda numa lata e parte numa jornada em busca de respostas, não só sobre sua mãe, como também sobre si. 

Durante sua viagem Mim conhece diversas pessoas. O motorista do ônibus, Carl, uma senhora que está ido visitar seu sobriho, Arlene. Mas, como nem tudo são flores e o mundo não é feito apenas de pessoas boas, ela conhece também pessoas que querem lhe fazer mal, como o Homem do Poncho e um garoto um tanto agressivo e bem estranho, Caleb. 

Mim também conhece pessoa bem incríveis e com histórias bem tristes, como Walt, um menino que adora coisas brilhantes. E também conhece pessoas por quem ela definitivamente fica bastante encantada.

Nunca participei de uma conversa assim, em que meu coração parece gelatina e meu cérebro foi parar nos pés. Eu deveria ficar irritada com o comportamento infantil dele, ma, no momento, o "deveria" está a quilômetros de distância.
-Pág 189

Até que sua viagem é interrompida por um acidente e não só sua viagem, como todo o rumo da história é mudado por esse único acontecimento.

Quando eu comecei a ler o livro eu não sabia que iria me encantar tanto. Cheio de reviravoltas e muita aventura, Mosquitolândia é um livro carregado de emoção e com muitos assuntos que merecem ser discutidos, como Síndrome de Down, homossexualismo, depressão, entre outros. 

Um dos pontos altos do livro foi que durante a viagem Mim escrevia em seu diário cartas para Isabel e assim nós acabamos descobrindo as coisas que aconteceram no passado e que estão acontecendo no presente. E, conhecemos também, os reais motivos para Mim se sentir tão só. O livro é recheado de busca por auto conhecimento e de relações familiares, não só da personagem principais como dos personagens que a rodeiam. 

6 de setembro - meio-dia 
Querida Isabel,Escrevo para você com a maior das urgências. Escrevo sobre assuntos pesados e depressivos. Escrevo para ensinar e para aprender, para expurgar e preencher. Escrevo para falar e escrevo para ouvir. Escrevo para contar a maldita verdade, Isa.
-Pág 326

A protagonista, apesar de todos os problemas que enfrenta, é bastante decidida e mesmo sem conseguir compreende a si mesma (e tendo que fazer uso uma vez ou outra de sua maquiagem de guerra para enfrentar o medo) ela tentar de alguma forma buscar suas respostas. E o fato de ela admitir que não está bem é o começo da transformação interior e na vida de Mim.

A narrativa do livro é bem fluida, mas não pense que esse é um livro fácil de ler. Por ser um livro denso e repleto de significados, a leitura deve ser feita com calma e sem pressa. O livro é dividido em partes e cada uma mostra o local onde Mim está e a distância que falta para chegar até Cleveland.

Esse livro com certeza merece as cinco estrelas que eu dei e se pudesse dava mais umas cinco estrelas. Ele com certeza está favoritado e já entrou no top 10 de leituras de 2017. Eu super recomendo para quem gosta de livros do gênero YA.

Beijos e até a próxima!

21 comentários:

  1. Olá! Tenho um cartão postal publicitário desse livro, me interessei por ele mas acabei não pegando pra ler. Adorei a sua resenha, pois amo bons dramas familiares, ainda mais com assuntos polêmicos como a depressão, a deficiência e a homossexualidade. Também me interessei pela parte de diários e cartas, adoro! Com narrativa fluida e escrita fácil, vai agora para minha lista de leitura.
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Pela capa e título eu não dava muita coisa pela história deste livro,mas já li várias resenhas falando o quanto ele é bom, mesmo com toda carga emocional que ele trás. Quero muito ler.
    Adorei saber a sua visão da leitura.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Esse livro é do tipo versátil! Estou bem curiosa para conhecer todo o drama e lições que esse livro vai trazer. Sua resenha me deixou muito curiosa e espero gostar bastante dessa leitura. A protagonistas Mim parece ser demais!!!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho evitado livros com adolescentes, normalmente eles acabam não me agradando. Fico feliz q tenha gostado, a capa é uma gracinha.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Amo YA e adoro livros que o protagonista viaja, hahaha. Ainda mais juntando passado e presente! Parece ser a leitura fantástica! 💖

    ResponderExcluir
  6. Ola,
    Achei o título desse livro bem esquisito e se não lesse sua resenha não saberia do que ele se tratava. Rs, achei legal a história porém não me chamou tanta atenção assim a ponto de eu querer le-lo no momento mesmo assim gostei da dica e guardarei para um futuro.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    https://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oiee, tudo bem? Eu sou louca para ler esse livro, desde o lançamento, mas assim como você adiei bastante a compra até aparecer uma super promoção. Meu exemplar já está aqui só esperando para ser lido, e ele tem tudo para ser incrível. Tenho 90% de certeza que irei amar hahahah. Ah, você cita "homossexualismo", mas o "ismo" dá sentido de doença, enquanto homossexualidade é o termo certo :)

    Gostei muito da resenha!
    Beijos
    https://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. OI!
    Li várias resenhas desse livro, mas nunca consigo realmente me conectar com a história sabe? A premissa é muito boa e a persoangem Mim parece perfeita para fazermos várias relações com o próprio leitor. Também acho muito importante termos livros sobre tantos assuntos que devem ser escritos, como é o caso aqui.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Eu namoro esse livro tem um bom tempo! Sou apaixonada por essa capa, acho de uma fofura sem limites e depois de acompanhar algumas resenhas sobre o livro... A vontade de ler só aumenta. Comprei a BF e tô esperando chegar, espero curtir a leitura tanto quanto você!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Faz muito tempo que eu queria ler esse livro, mas até agora sequer o adquiri. Acho que estava esperando o momento certo e sua resenha me fez relembrar da existência dele. Adorei sua resenha, porque eu não sabia o que esperar da história.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Já vi várias resenhas desse livro, mas não tem uma premissa que me chama a atenção. Não sei se é o que procuro no momento.

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    É a primeira resenha que leio do livro, e já notei que terei que fazer a leitura em um momento que eu estiver melhor.
    Gostei das dicas que deu para leitura, sobre a densidade dessa história. Muito interessante.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  13. Tenho curiosidade para conhecer esta história e acho que por ser um YA, ele deve ser mais intenso que os livros do gênero. Quero conferir logo.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Infelizmente esse enredo não chama muito minha atenção. Acho juvenil demais, não é muito minha praia. Mas achei interessante essa busca da personagem e até o achei parecido com Pequena Miss Sunshine em alguns aspectos. Que bom que você gostou tanto! :D

    ResponderExcluir
  15. Heellooo!!
    Sempre achei o titulo "Mosquitolândia"bem diferente e curioso, nem sabia do que se tratava a historia e agora eu to loka pra ler hahaha.
    Adorei a premissa, acho que vou me apaixonar demais pela leitura, ainda mais depois da sua nota alta.
    Amo as capas da Intrinseca, sempre lindas e diferentes.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Tenho muita vontade de ler esse livro por causa das ótimas críticas que ele recebe.
    Imagino que essa viagem deve ser realmente emocionante, ainda mais pelo fato que trata de temas tão importantes e que impactam a vida da protagonista de uma maneira tão real.
    Espero um dia lê-lo

    ResponderExcluir
  17. Achei o livro bem interessante pois trata-se de temas que são necessários serem abordados, além de mostrar uma viagem. Entretanto, como você mencionou que é uma história densa, acho que não é para eu ler agora, estou no momento de ler coisas mais leves. Mas um dia lerei.
    Em tempo: esta capa é muito fofa.

    ResponderExcluir
  18. Oi! Já tinha adicionado esse livro na minha, mas vendo uma resenha e opinião assim completa me deixou bem animada. Parece ser uma aventura e tanto, e o suspense sobre a mãe da personagem me deixou bem curiosa.

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bom?

    Ainda não conhecia esse livro e tenho certeza de que, se eu tivesse visto a promoção na Bienal do RJ, teria comprado, rs. Adorei o apelido que ela deu para a cidade e sua justificativa, vou aderir para falar sobre a cidade em que minha avó mora, pois ela tem a mesma característica xD
    Foi bem corajoso da Mim largar tudo e viajar tão longe em buscas de respostas. Seja sobre a sua mãe, seu pai e madrasta ou sobre si mesma. Fiquei apreensiva ao ver que ela conhece pessoas que querem lhe fazer mal, ainda mais ela viajando sozinha, mas espero que dê tudo certo e nada de ruim tenha acontecido.
    Já lerei sabendo que, apesar de ter uma narrativa fluída, é denso e consegue debater temas importantes que merecem ser analisados. Então é necessário começar a leitura com calma, pois é maravilhoso em geral.

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  20. Olá! Comprei o e-book desse livro há um tempo, na verdade, quando foi lançado e até agora nada de eu ler. Depois de conferir suas impressões a respeito dessa leitura vou o ler ainda esse ano, sem dúvida. Estou precisando de uma leitura que realmente me conquiste e espero que isso ocorra assim como foi com você. Enfim, adorei conferir suas impressões a respeito da leitura. Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Não conhecia o livro e confesso que se visse numa livraria nem compraria, mais gostei muito de sua resenha, parece ser um bom livro, quem sabe eu dê uma chance a ele.

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

MANUSCRITO LITERÁRIO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2016 | POR:
COMPRE AQUI O LAYOUT QUE SEU BLOG MERECEBILLION DOLLAR LAYOUTS