Título:  O Sonho de Eva
Autor (a): Chico Anes
Lançamento: 2012
Estante: Skoob - GoodReads
Páginas: 304
Editora: Novo Conceito Jovem
Literatura: Nacional
Gênero: Romance
Estrelas: 4,5/5

Dra. Eva Abelar, autoridade mundial em sonhos lúcidos, é informada de que seu filho, Joachim, uma criança autista, desaparece na mesma noite em que sua irmã, Anna, pula do 20º andar de um edifício em São Paulo. Anna era a principal cientista do projeto DreamGame, invento revolucionário que permite à pessoa jogar enquanto dorme. Eva é convidada por Yume a assumir o lugar da irmã e, à procura de respostas, se envolve em uma trama perigosa, que alcança os limites dos desejos inconscientes do homem. Enquanto usa seus conhecimentos para desvendar a morte de Anna e reencontrar Joachim, Eva descobre o quanto a sociedade está vulnerável à tecnologia e aos estímulos subliminares, e como esses estímulos podem sequestrar a liberdade e extinguir o livre-arbítrio.

Eu adoro comprar livros, principalmente quando estão em promoção e mais ainda quando a história se mostra bem interessante e me apresenta a assuntos novos. E há algum tempo atrás eu encontrei numa livraria perto da minha casa um livro que se encaixou em todos esses itens, O Sonho de Eva. 

O Sonho de Eva tem como trama principal o desaparecimento de Joachim, filho da doutora Eva Abelar. E como pano de fundo desse mistério temos um assunto bem interessante, sonhos lúcidos, além de um monte de situações perigosas. 

A história gira em torno da doutora Eva Abelar que teve seu filo Joachim, de 6 anos, sequestrado no mesmo dia em que a irmã dela se jogou de um prédio em São Paulo. Eva acaba descobrindo que toda essa tragédia pode estar interligada com alguns estudos na área de psicologia em que o pai de Eva iniciou e que ela e a irmã continuaram, os sonhos lúcidos, no qual Eva é a maior especialista atualmente. 

E bem no meio de toda essa confusão está uma empresa chinesa de desenvolvimento de jogos que irá lançar um produto revolucionário que usa uma tecnologia baseada em sonhos lúcidos. dentre as descobertas  que Eva faz, uma delas é que Anna, sua irmã trabalhava justamente para essa empresa quando resolveu se suicidar. Com essa informação ela decide então ocupar o antigo cargo da irmã para ajudar no desenvolvimento do novo jogo, o DreamGame, e tentar então desvendar o mistério por trás do suicídio da irmã e reencontrar seu filho.

Assim, Eva se muda para a China, onde está a sede da empresa, e mergulha numa aventura para descobrir a verdade tendo apenas como aliado os seus sonhos.

A narrativa do livro se intercala entre vários personagens que vivem diferentes situações e hora a história se passa na China e hora no Brasil. Enquanto a Eva investiga as coisa lá na China, aqui no Brasil as investigações ficam por conta do Dr. Alec que foi namorado de Eva e que ainda sente algo por ela.

O livro é repleto de investigações e conspirações, a busca de Eva pelo filho e as explicações sobre os sonhos lúcidos deixam a trama bem empolgante e cheia de reviravoltas. Os personagens foram bem construídos pelo autor. A abordagem dos sonhos lúcidos se dá de maneira bem superficial e bem didática, assim, até mesmo os leitores mais leigos conseguem entender o necessário para a história ser bem interessante.

O autor nos mostra através do livro como o avanço da tecnologia pode nos afetar de maneiras boas e más, podendo até interferir em nosso livre arbítrio. O livro traz questões psicológicas e bastante filosóficas, com uma temática atual e que ainda continua um grande tabu.

A história é repleta de seitas secretas, mistérios e personagens secundários bem intrigantes e isso pode ser visto na equipe de trabalho do DreamGame, que é composta por uma prostituta, um monge budista, um viciado em narcóticos e uma índia. Todas essas pessoas juntas tem como objetivo formar uma base bastante real, abrangente e bem luxuriosa para o jogo.

O Sonho de Eva se mostrou um livro bastante interessante, com um profundo mergulho na psique humana e no no subconsciente, além de nos mostrar os perigos desse mergulho e a fragilidade humana.

A capa do livro está lida e tem um ar de psicodélico que condiz bastante com a história, a diagramação está boa e a revisão é de qualidade. Eu recomendo O Sonho de Eva para aqueles que gostam de assuntos bem polêmicos e interessantes e principalmente para aqueles que tem alguma curiosidade sobre sonhos lúcidos.

Espero que tenham gostado e não esqueçam de comentar aí em baixo.
Beijos  e até a próxima!

Deixe um comentário