Título: Goblin
Período de transmissão: 02/12/2016 - 04/02/2017
Episódios: 16
Diretor: Lee Eung Bok
País: Coreia do Sul
Rede de Transmissão: TVN
Gênero: Comédia Romantica/Fantasia
Onde assistir: VikiDramaFever



É melhor viver para sempre ou finalmente poder morrer? Kim Shin (Gong Yoo) é um condecorado general militar da Dinastia Goryeo que acaba traído pelo rei invejoso a quem servia. Quando Kim Shin é confrontado com a morte em vez da honra após uma grande batalha, Deus transforma Kim Shin em um duende cuja função é proteger certas pessoas de uma vida de sofrimento. Mas Kim Shin está cansado da imortalidade e deseja encontrar a noiva humana que, segundo a profecia, poderia libertar sua alma. Kim Shin acidentalmente torna-se colega de quarto de Wang Yeo (Lee Dong Wook), o ceifador responsável por conduzir as almas das pessoas para a vida após a morte. O sobrinho de Kim Shin, Yoo Deok Hwa (Yook Sungjae), é o rebelde herdeiro de um um conglomerado de empresas cuja família vem atuando como guardiã do duende há gerações. Ji Eun Tak (Kim Go Eun) é uma estudante do último ano do ensino médio cuja mãe foi salva de um acidente por Kim Shin há 19 anos. Desde então ela consegue se comunicar com pessoas mortas. Sunny (Yoo In Na), a proprietária de um restaurante de frango e chefa de Eun Tak, cruza o caminho de Wang Yeo e se apaixona por ele. Será que Eun Tak é a “noiva duende” com o poder de libertar Kim Shin de seu sofrimento eterno?

Quem aqui já assistiu Goblin?




Desde que foi lançado TODO MUNDO comentou maravilhas desse drama, mas foi tanto que eu quis conferir por mim mesma se era realmente bom. E...sim o drama é muito bom, a OST maravilhosa, os personagens...ah os personagens eu não tenho nada a reclamar. Segundo drama que assisto do Gong Yoo, o primeiro foi Coffee Prince e gostei bastante.


No início o drama tem cenas hilárias como a da Ji Eun Tak tentando convencer Kim Shin que ela é a verdadeira noiva do duente, o Ceifador com seu lado sombrio e irônico se esforçando para parecer um humano mortal completamente normal, o que ele passa bem longe de ser. Aliás eu torci muito por esse personagem, foi meu queridinho, já a Sunny eu não curti tanto. Me diverti muito com eles, depois a coisa foi ficando mais séria e realmente dramática.


Mesmo sendo muito bom eu preferia um final diferente, a verdade é que eu não compreendi o desfecho que teve e vou explicar o porquê mas antes...aquele aviso básico:


Spoiler Alert!


Assim que encerrou o último episódio, além daquele sentimento de saudade...


Eu fiquei com algumas perguntas na cabeça:

1. Se a imortalidade do Kim Shin era um castigo que se encerraria quando sua noiva arrancasse a espada de seu peito, por que depois que isso ocorre ele continua sendo imortal?


2. Como o duende e sua esposa ficarão juntos nas próximas vidas se ele continua imortal e ela continua mortal e envelhecendo, já que nessa ficção os humanos tem 4 vidas logo as dela acabarão, e ele vai continuar vagando por aí?


3. Por que Ji Eun Tak demorou 9 anos para invocar o Goblin se bastava apagar um vela, mesmo ela não se lembrando dele nem comemorado seus próprios aniversários ela poderia ter apagado uma vela por qualquer outra razão, afinal, como ela passaria 9 anos sem apagar uma vela sequer?


4. Por que Sunny resolveu se afastar de tudo e de todos até morrer de velhice? Se afastar do Ceifador até da para entender afinal, se apaixonar por uma pessoa que não está viva é complicado mas por que se afastar até da "meio-período"?


O Ceifador foi meu personagem queridinho, aquele humor negro era seu charme mas o moço ficou tão deprimido nos últimos episódios, só chorava e chorava e chorava e chorava, entendo que ele foi um rei mal e invejoso na vida passada, que estava morto de remorso na "vida" agora, mas ele ficou  tão deprimido mas tão deprimido que mesmo morto ele queria morrer, tenso né, eu fiquei deprimida vendo ele assim. 


Fim do Spoiler

Concluindo esse papo rápido, a série é boa e se ainda não viu recomendo que você assista, embora eu não tenha curtido o final muita gente achou okay terminar assim, isso é questão de gosto, o que importa é a qualidade e Goblin vale a pena perder algumas (várias) horas de sono para acompanhar.



Deixe um comentário