Resenha #129
Alriet - @gra_fontes

Título: Alriet: Quando o Amor Acontece
Autor (a): Grazi Fontes
Lançamento: 2016
Estante: Skoob
Páginas: 301
Editora:  Amazon
Literatura: Nacional
Gênero: Romance, Jovem Adulto
Estrelas: 5/5

ALECSANDER, um rapaz tímido que tem dificuldades em se aproximar de garotas. HARRIET, uma garota destemida, alegre e nem um pouco tímida, mas muito desastrada e solitária, pois praticamente passou toda a infância viajando.Um encontro inesperado se transformou em uma grande amizade que já dura há anos. São confidentes e o suporte quando um deles cai. Praticamente não vivem um sem o outro. Sempre encontram uma maneira de manter contato. Seja por e-mail, mensagens e telefonemas. O importante é a amizade nunca desaparecer.Até que, algo completamente extraordinário acontece, após 6 anos de amizade, o amor chacoalha a estabilidade que eles têm, precisam decidir se querem vivê-lo e correr o risco de destruir tudo o que construíram juntos durante todo esse tempo. Ou esconder o que sentem um pelo outro para não correr o risco de perder o que demoraram para conseguir, a amizade.
Alriet é uma encantadora história sobre amor e amizade que vai mexer com seu coração.

Confesso que não esperava amar tanto esse livro como amei! Alriet será sempre meu OTP literário da vida e estará para sempre no meu top 10 de casais fofos!

Alriet é o livro da Grazi Fontes, nossa nova parceira aqui do blog, e foi lançado em 2016 e formato ebook pela Amazon. Na época eu lembro que estava ansiosa para  ler, mas meu kindle (na verdade é da minha irmã) deu pau e eu não acabei não lendo.  Agora com a parceria eu tive finalmente a oportunidade de ler esse livro.


Alriet conta a história de Alecsander, Alec para a maioria, e Harriet que se conhecem  por acaso durante o último ano da escola.

Harriet é uma menina bem diferente da maioria das adolescentes e está longe de ser considerada comum. Baixinha, ruiva natural e com o cabelo cacheado, enorme e muito cheio. Ela nunca ficou muito tempo num mesmo lugar, viajando por vários países por causa do trabalho de seus pais até que ela resolve que quer morar com seus avós, terminar o ensino médio numa escola comum e tentar ser uma jovem normal. Seus pais são muito liberais e não veem problema nisso, assim ela se muda para Bruxelas onde seus avós moram.


Alec é um jovem tímido que não gosta da companhia de outras pessoas e a única amizade que ele tem é com sua mãe. Ele gosta muito de tocar e cantar, mas nunca mostrou seu talento com a música para ninguém.  

O livro se incia na festa de aniversario de Alec que sua mãe faz todo ano para ele, ele não gosta muito de festas e preferia que sua mãe não fizesse, mas como são apenas eles dois e ele sabe que ela gosta de ver a casa cheia ele não se importa muito, apenas ignora as pessoas ao redor todo ano. Porém, dessa vez acontece algo diferente e Alec vê uma garoa loira que ele não conhece e logo se interessa por ela e tenta, mal e porcamente, conversar com ela, mas, como a vida de um adolescente tímido não é fácil, as coisas não saem bem como esperado.

Na primeira semana de aula Alec, que por ser muito alto e não olhar para baixo enquanto anda, acaba dando um encontrão em Harriet,  que é baixinha, e a derruba. A partir daí Harriet começa a se interessar pelo menino que acabou de conhecer e passar a dar uma de stalker sempre aparecendo onde ele está na escola.

Alec sempre tenta se livrar dela, afinal ele é um lobo solitário que detesta a companhia de outras pessoas, mas Harriet é bem insistente e, após ela contar  para ele que tem coleção completa da Agatha Christie (algo que até eu fiquei com inveja), ele não acredita muito e ela o convida para conhecer sua biblioteca. Daí para frente eles se tornam inseparáveis e a amizade deles cresce a cada dia mais.

Para Alec, Harriet é como uma irmã e isso complica algumas coisas na relação que eles tem, porque quando ela arruma seu primeiro namorado ele fica com um pouco de ciúmes e acha que ela e Alec tem algo a mais do que amizade. No entanto a amizade deles é tão verdadeira e tão profunda que eles realmente se tratam como irmãos, contando tudo um para o outro, tudo mesmo. 

Contudo, nada na vida é tão fácil assim e algumas coisas acontecem que eles acabem se separando. Eloyse, a loira do início, volta e começa a namorar Alec e não gosta da relação dele com Harriet, ela tem um novo namorado e está na faculdade, ele agora toca numa banda e nenhum dos dois tem tempo de se verem tanto. Será que a amizade deles é tão forte que conseguirá superar tudo isso? 

O livro é perfeito, eu amei a escrita da Grazi. Os personagens são bem carismáticos e eu amei Alec e Harriet. Em alguns momentos eu quis muito bater neles dois, mas segue o baile. A amizade deles é muito bonita, mas nem todo  mundo via eles como irmãos e achavam que eles tinham alguma coisa entre eles e isso muitas acabou atrapalhando a vida deles de alguma forma,  porém, ao invés de deixarem a amizade deles de  lado, isso fortalecia a amizade que eles tinham e se tornavam cada vez mais amigos. Eu achei isso lindo. 


Em alguns (muitos) momentos o Alec foi um babaca com a Harriet e eu queria muito entrar no livro e dar uns belos tapas na cara dele para ele acordar e parar de tratar minha Princesa Merida mal, principalmente na parte final do livro, que ódio que eu fiquei dele. Inclusive eu estava falando com a Grazi que Alec era meu crush literário até ele ser tão babaca com Harriet.   

Durante o livro nos conseguimos acompanhar o crescimento dos nossos protagonistas, Alec e Harriet, que eram dois adolescentes tímidos, inseguros, desajeitados e sem amigos se  tornando dois adultos não mais tímidos como antes, que se encaixavam em algum lugar e perseguindo seus sonhos. Agora eles tinham amigos, mesmo que não fosse uma amizade tão forte quanto a que os dois tinham. Conseguimos ver quando a amizade deles se transforma em amor, mesmo que tenha sido uma tatuagem a catalizadora dessa descoberta neles e que junto com essa descoberta venha o medo de colocar em risco a amizade deles.

Harriet estava tão perto e eu a procurei a tanto tempo sem saber que a mulher que roubaria o meu coração já fazia parte da minha vida há muito tempo.

Os personagens secundários também são bastante carismáticos. Quase chorei quando algo ruim acontece com a mãe de Alec e amei a Ceci, porém senti falta da história desses personagens secundários. Eu gostaria de saber mais da história da senhoria que ela vive conversando e de sua neta, da história dos pais de Harriet que só vivem viajando, mas que não explica muito o que eles fazem e do porquê a família do pai de Alec não liga muito para ele e sua mãe.

A Grazi me conquistou com sua escrita leve e com essa história encantadora, onde nos mostra que a amizade é importante e que devemos sempre valorizar nossos amigos. E se tivermos a sorte de encontrarmos o amor e nosso amigo em uma pessoa só isso já é uma benção grande. 

Alriet é uma história muito fofa, cheia de desencontros, personagens apaixonantes e muito teimosos e com uma porpensão grande em falar o que não devem na hora errada. eu amei o livro, dei cinco estrelas, favoritei e irei recomendar para todo mundo!

- Agora somos Alriet, definitivamente.
Obs.: Eu sou dessas que fica obcecada por uma música ate não aguentar mais ouvi-la. Pois enquanto lia Alriet eu ouvia Heart Stereo, do Gym Class Heroes feat Adam Levine. Até começar a escrever essa resenha eu não tinha reparado que a música tem um pouco a ver com o livro. (na minha opinião)

Nenhum comentário:

Postar um comentário