Resenha #139
A Hospedeira - Stephenie Meyer @intrinseca


Título: A Hospedeira
Autor (a): Stephenie Meyer
Lançamento: 2009
Estante: Skoob - GoodReads
Páginas: 557
Editora: Intrínseca
Literatura: Estrangeira
Gênero: Intrínseca
Distopia, Romance, Ficção científica
Estrelas: 5/5 💖
Sinopse: Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

**ML**

É um pouco louco vir aqui resenhar um livro que eu li há MUITO tempo, quando eu nem sonhava em ter blog.
"Não é o rosto, mas as expressões nele.
Não é a voz, mas o que você diz.
Não é como você olha naquele corpo, mas a coisa que você faz com ele.
Você é linda."


A Hospedeira é um dos meus livros mais antigos da estante, é da autora que eu amo e tem uma trama muito interessante.


No universo de A Hospedeira, vamos conhecer Melaine, uma adolescente que não vive normalmente, ela tendo apenas 17 anos já encara situações um tanto quanto preocupantes. Uma delas, ou a maior delas é a invasão alienígena à Terra, o que resultou na perda de seus pais. Nossa jovem além de lutar por sua sobrevivência precisa proteger seu irmão mais novo.
O que Mel não esperava era que seu pior inimigo/maior perigo fosse está "ciente" que os alienígenas ocupavam a o planeta.

A sua mente é então invadida por Peregrina, uma lenda entre os aliens. Peg é uma alma, um espírito, que nada tem além de bondade, ela que já habitou em outras mentes por diversos planetas é tão amorosa e não pratica o mal. O novo em toda essa situação para nossa alien é que ela nunca tinha habitado em um ser humano com tantos sentimentos conflitantes. O que ocasiona uma adaptação difícil e faz com que Mel não deixe sua mente se "apagar" tão facilmente. As duas mentes coabitam o mesmo corpo ao mesmo tempo e isso é o ponto chave da história.



Gente, sério eu amo essa história. Eu desenvolvi por Mel e Peg um sentimento de pura consternação durante minha primeira leitura desse livro e nas outras releituras eu as adotei como amigas.

Pode parecer um tanto quanto confuso falar de duas mentes conscientes dentro de um só corpo, mas lendo o livro é muito fácil de entendê-las e se identificar com a situação.
Como não poderia faltar em livros da Stephenie Meyer, vamos lidar com um triângulo amoroso e, sério, as lágrimas voltam aos meus olhos com as lembranças. Tanto Mel, quanto Peg nos apresentam perspectivas lindas, vívidas sobre Jared, e o quão apaixonante ele é.


Não posso esquecer de mencionar a vocês sobre o amor que Peg também desenvolve por Jamie, o irmão da Mel. Acho que eu sou #TeamPeg demais, né? Kkkkk Mas não é bem isso, eu sou muito apaixonada pelas duas. É que toda a trama faz os sentimentos ficarem bem divididos.

Mesmo sendo Distopia/Sci-fi é uma história bem explicada, a narrativa flui bem. Sem deixar de lado as reflexões, nesse livro a Stephenie nos mostra nosso comportamento por dois ângulos. Tanto nas descrições de Mel (humana) quanto da Peg (alienígena), eu parei em vários pontos para me "julgar" kkkk. Seja nos aspectos de erros, como nos acertos. A Hospedeira nos mostra que a destruição do nosso planeta é completamente culpa nossa, tanto ambiental quanto a destruição humana. Também nos mostra que nossa capacidade de se envolver e amar é muito além de incrível.


Dei 5 estrelas e favoritei esse livro pela trama e pela Stephenie, já a tradução e revisão da Intrínseca nesse livro é decepcionante. Tem erros, tem troca de nomes, tem coisas que podem ser um pouco difíceis de entender na leitura. Mas eu ainda assim recomendo esse livro e mesmo que você já tenha tentado fazer essa leitura e não deu continuidade por achar muito lento o início. Garanto que depois tudo fica melhor.

E quem já viu o filme e assim como eu acha que faltou coisas. Essa review está quase melhor kkkkkk /modesta.

Deixem-me saber o quer vocês acharam, se já leram e concordam comigo ou se não acharam isso tudo. Afinal, gosto é gosto, né?
Beeeijos
See ya!


Alfarrábios Literários - Os Filhos da Revolução (Jorge Lourenço)
Garotas Devorando Livros - Divergente (Veronica Roth)
The Best Word BR - O Ceifador (Neal Shusterman)
A Menina que Comprava Livros - 
Alfas Literárias -
Sou Aficcionado - 
Respire Literatura - 
Every Little Book - 
Desconexão Leitura -
Depois da Moderação -

20 comentários:

  1. Resenha está ótima, e realmente, as descrições fazem a gente se sentir na pele da Peg/Mel, eu super entendi o lado do Jared e super desaprovo assistiremo filme, porque foi uma decepção, a única coisa que eu achei maneiro foi as almas mesmo. Menção honrosa no Ian, esse sim ganhou meu coração, maravilhoso!
    Xoxo

    ResponderExcluir
  2. Então....
    Eu vi o filme primeiro e achei tão ruim que nunca li o livro.
    Acabei dando ele... rs
    Fico feliz que tenha gostado da leitura!
    Já aconteceu isso comigo também da história ser ótima mas a edição ser cheia de erros...
    Mas, fazer o que? Bola para frente, não é mesmo?? rs

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Juro que tentei ler esse livro mas não funcionou comigo, abandonei duas vezes e na terceira acabei dando o livro e assistindo o filme que particularmente amei muito.

    sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Apesar de antigo o livro eu nunca li, mesmo gostando da temática dele. Fiquei curiosa para conhecer Jared e fiquei de queixo caído ao saber que Peg se apaixona por outro, que confusão!
    Com toda essa premissa e reflexões que o livro trás deve ser fácil gostar dele e pra mim seria uma ótima oportunidade de conhecer a escrita da Meyer. Em relação ao filme eu vi apenas alguns pedaços, nunca inteiro, talvez devesse mudar isso. Boa dica.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Ma,
    Eu amo A Hospedeira, até mais que crepúsculo hahahahah, quando lançou fiquei em extase e ficava revoltada quando indicava e as pessoas não conseguiam compreender a história hahahahaha. A adapatção também é perfeita, uma das melhores que já vi. Ler sua resenha me deixou com saudade, com vontade de reler.

    beijokas

    ResponderExcluir
  6. Esse é um dos meus livros favoritos!!!!
    E não acredito que até hoje a Stephenie não escreveu a continuação! E realmente, faltou muita coisa no livro. Sua resenha me deixou com vontade de reler!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Eu AMO esse livro! Nunca achei que ia gostar de um livro da Stephenie Meyer, rsrs, tanto que quando peguei ele para ler, não esperava que fosse gostar tanto... Mas eu adoro e fico muito triste que ainda não tenho ele em edição física. Quando li, foi em e-book e ainda não comprei a edição física, mas com certeza quero ter ele na estante.
    Não lembro de achar tantos erros assim na edição da Intrínseca, mas também já faz alguns anos que li, então posso ter esquecido. E nem precisamos falar sobre o filme... até gosto dele, rsrs, mas é uma péssima adaptação.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu amoooooo A Hospedeira! Não me conformo dele ser tão esquecido no churrasco! O início realmente é bem devagar, mas depois que ela chega na caverna é só amor!
    Sobre a edição, eu não releio ele há um bom tempo, mas não lembro de haver tantos erros. Vai ver a minha edição é outra e corrigiram.
    No mais, a adaptação deixou bastante a desejar, mas não achei um desastre completo... tem piores! Hahaha

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Sua resenha definiu bem o que sinto em relação a esse livro, desde que li pela primeira vez, lá em 2011, já li esse livro umas cinco vezes. Amo essa história! Acho que a autora conseguia desenvolver uma história super interessante e como não se envolver com Peg/Melanie?? Impossível!!

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Li esse livro já tem um bom tempo, e lembro que ameei também! Me senti muito ligada aos personagens, sofrendo com eles e aflita a cada nova reviravolta. Stephenie ama fazer o leitor sofrer! hahaha Fiquei com vontade de reler agora, depois da sua resenha :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Já pude conferir a adaptação dessa trama e não me chamou muito atenção, pelo fato de ser distopia não faz muito meu tipo de leitura. Mas a autora tem uma boa narrativa e costuma compor bons personagens.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  12. Ei! Eu nem gostei nem desgostei do livro. Achei interessante a ideia e bem original. Mas achei bem maçante todas aquelas paginas onde a protagonista fica conversando com ela mesma. Mas gostei da ambientação do livro, todo esse lance futurístico e tal. Mas ainda prefiro Crepúsculo, que pra mim, foi uma leitura mais divertida!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  13. Também sou apaixonada pela Stephenie Meyer, por causa é claro de Crepúsculo!!! Tenho esse livro na minha estante há muitos anos, mas nunca criei coragem de lê-lo. Isso porque não gosto muito de ficção científica junto com romance, entende? E mesmo sendo de uma autora amada eu tive receios. Mas agora estou pensando seriamente em incluir na minha lista de leituras deste ano. :D

    P.S.: É bem provável que eu leia Vida e Morte antes. Estou bem ansiosa para ler essa espécie de releitura de Crepúsculo feita pela própria autora.

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Tentei ler Crepúsculo e não consegui, acabou que outras histórias dessa autora não me chamaram a atenção. Dizem que esse é o melhor livro dela. Vou acreditar na sua opinião, só não sei se lerei muito em breve. rsrs
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  15. Eu gostei demais deste livro e gostaria que ele fosse mais comentado entre os leitores, mas infelizmente poucas pessoas deram a devida atenção para ele. Eu gostei também da adaptação para o cinema, mas curiosamente, o filme flopou também... que chato!!!
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá! Tudo bom?

    E se eu te falar que já tinha “visto” essa capa diversas vezes mas nunca parei para ler que era da Stephanie Meyer? Hahahah. Enfim, já li um livro sobre essa de duas mentes em um corpo e fiquei confusa a história inteira, então eu estou meio que fugindo disso. Provavelmente eu vá assistir o filme e aí quem sabe eu leia o livro ❤️

    Um beijo

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bom?

    Eu gostei demais desse livro na época que li. Mas faz muitos anos, lembro que foi logo após o lançamento do filme (lá se vão mais de quatro anos). Então, apesar de não ter gostado tanto da saga de Crepúsculo, resolvi dar mais uma chance para a autora e ela me surpreendeu positivamente. Apesar de achar o começo lento e quase ter desistido, depois acabei me acostumando, me envolvendo na história e torcendo muito para esse triângulo (quadrado, na verdade) amoroso. E quando chegou ao fim, eu fiquei MUITO feliz. Só não tive coragem de assistir a adaptação. Comecei a ver, mas não gostei e desisti nos primeiros minutos. Vamos ver se a autora, no futuro, continua a nos presentear com boas histórias <3

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação, mesmo assim :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  18. Oie, tudo bom?
    Eu li esse livro há muito tempo, e quero resenhá-lo no meu blog também. Porém, confesso que gostei muito mais do filme, pois achei o livro bem parado, infelizmente, no começo. Mas o final é de tirar o fôlego, e a Stephanie arrasou na escrita!

    ResponderExcluir
  19. Oi querida!
    Essa é a primeria resenha que leio positiva sobre a história e livro. Me disseram que a diagramação está um fiasco e a editora poderia ter feito uma capa melhor e bla bla bla...
    Eu na verdade, me apaixonei pela história e depois da sua opinião sobre o enredo, fiquei foi curiosa para conhecer toda a premissa. Espero gostar!

    P.s adorei as fotos, ficaram lindas.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bom?
    Eu sou apaixonada por esse livro da Sthepe, mesmo sendo de um gênero que não curto que é sci-fi e distopia. Ela conseguiu criar uma trama super diferente que mexe muito com os sentimentos do leitor e isso é simplesmente fantástico!ps: também sou #teampeg ! haha
    Beijos!

    ResponderExcluir