Resenha #143
Contra Todas as Probabilidades do Amor - Rebekah Crane @FaroEditorial

Título: Contra Todas as Probabilidades do Amor
Autor (a): Rebekah Crane
Lançamento: 2018
Estante: Skoob - Goodreads
Páginas: 240
Editora: Faro editorial
Literatura: Estrangeira
Gênero: Romance
Estrelas: 4/5

"Sejam bem-vindos ao acampamento Pádua. Um retiro de verão para adolescentes problemáticos. Mas não se tratam de problemas comuns, como não querer estudar, mentir ou colar na prova. Não! Estamos falando de problemas reais. Alguns deles tão grandes, tão sérios, que até um adulto desmoronaria sob o peso deles. No acampamento, Zander, uma garota enviada pelos pais contra a sua vontade, encontra uma série de adolescentes na mesma situação, e com três deles ela estabelece uma relação de amizade — Grover, Alex e Cassie. Todos os quatro são tão diferentes quanto as pessoas podem ser, mas têm algo em comum — eles estão quebrados por dentro. Em meio às sessões de grupo e, à medida em que o verão dá as caras, os quatro revelam seus trágicos segredos. Zander encontra-se atraída pelos encantos de Grover, e então começa a se perguntar, depois de muito tempo, se pode apostar em ser feliz novamente. Mas, antes, ela precisa lidar abertamente com seus problemas, para poder juntar seus pedaços e reconstruir sua vida. Você pode pensar que se trata de uma história triste. E há partes duras sim, mas, Rebekah Crane consegue mostrar como na dificuldade podemos encontrar uma saída. Isso é uma das coisas que faz o livro completamente encantador, divertido e doce, capaz de deixar em você um grande sorriso no rosto."

Livro cedido pela Aliança de Blogueiros do Rio de Janeiro.

Existem centenas de milhares de livros que tentam retratar adolescentes com problemas e doenças mentais de uma forma superficial e forçada. Mas Rebekah Crane não é a autora de um desses livros. Sua obra, lançada há apenas alguns meses, se aprofunda em questões delicadas e trata de uma forma sutil e real dos dilemas internos dos personagens.

Depressão, anorexia, esquizofrenia e auto mutilação são alguns exemplos de problemas reais tratados na história. Todos são descritos de forma leve, de um modo que não faz o leitor querer parar a leitura um pouquinho para chorar por longos segundos, mas ainda assim continuam com um certo toque devastador que mostra a realidade de quem convive com problemas mentais. Você provavelmente vai acabar se identificando com um dos problemas, ou com a maneira que os adolescentes do acampamento lidam com suas vidas desmoronando ou até mesmo com eles por completo. E, mesmo que não se identifique, vai ser quase impossível não se por no lugar deles.


O enredo gira em torno de Zander que, embora não queira estar no acampamento, prefere estar em qualquer lugar que não seja sua casa. Assim que chega no lugar, a jovem conhece sua colega de quarto Cassie. Muitas brigas acontecem entre as duas e elas mostram sempre o lado agressivo de Cassie, mas também nos demostram como alguém quebrado só quer evitar deixar alguém se aproximar por medo de se machucar emocionalmente mais uma vez. Zander logo percebe o motivo verdadeiro da colega de quarto sempre dizer coisas que magoam a todos e passa a ter como objetivo ajudar a garota.

É por conta de Cassie que Zander conhece Grover. O garoto, que sofre de pré-esquizofrenia, logo se encanta por Zander e passa a querer a atenção da menina. Grover, que muitas vezes envergonha a garota com perguntas indiscretas e pequenas declarações na frente de todos, também foi um dos motivos que faz a jovem passar a questionar as coisas que aceitou em sua vida só por serem fáceis de lidar.


O terceiro com quem Zander desenvolve amizade é o mentiroso compulsivo Alex. O personagem que mais me encantou, já que nunca dava para saber o que era mentira e o que era verdade sobre ele, além de que me fez ir procurar mais sobre o problema que ele sofre.

Entre as brigas, sessões de terapia em grupo e aulas de natação, os quatro jovens acabam descobrindo muitas coisas sobre si mesmos um com o outro durante o tempo que passam juntos no acampamento Pádua. Desde a maneira como eles foram aprendendo a aceitar suas diferenças e doenças até o momento que eles passaram a enxergar que mereciam ser felizes novamente, cada personagem nos faz refletir sobre a maneira que agimos com nós mesmos e com os outros a nossa volta.


Para mim, foi um livro muito marcante e emocionante, que já tem um lugar marcado no coração por ter me feito enxergar de um jeito diferente o modo que as pessoas agem e os problemas pelo qual elas passam. Rebekah Crane fez seus personagens nos mostrarem que, independente de estarmos quebrados ou não, nós nunca estamos sozinhos.

A diagramação da Faro está boa, com folhas amareladas, letra em bom tamanho  e não achei nenhum erro de gramática. A capa é linda e tem tudo a ver com a história. A história dolorosamente apaixonante e vai conquistar qualquer um que ler. Contra Todas as Probabilidades do amor é uma história que deve ser lida por todos!

11 comentários:

  1. Tudo bem?!
    A faro anda arrasando nas publicações
    Eu li esse livro e adorei, mesmo não sendo minha primeira escolha de Leitura, pois sou louca por thrillers.

    Essa leitura sem a menor dúvidas nos toca bem fundo e nos faz refletir.. Acredito que por um longo tempo vá pensar nela.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!! Nem sempre gosto de livros adolescentes, mas estou bem interessada por conta do enredo. Acho muito bacana a abordagem de assuntos tão sérios como os citados por personagens jovens e de maneira mais leve e sensível. Parece mesmo uma excelente leitura!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. A algum tempo quero ler esse livro e saber que autora tratou assuntos importantes de forma sútil é muito bom. A dramática do livro me fascina, ainda mais em ver que a leitura pode ser emocionante. Espero ler e ter uma nova visão, assim como você.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi,
    Já tinha visto esse livro na internet e nas livrarias, mas não sabia realmente do que se tratava. Foi uma grande surpresa saber que ele fala sobre adolescentes com problemas e doenças mentais. Acho a capa limpa e sua resenha me deixou com vontade de ler essa história.
    Com amor, André
    Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  5. A faro vem fazendo um trabalho editorial magnifico e esse livro é a prova concreta disso. Eu nao fazia ideia de que ele falava sobre automutilação mas é um tema que necessita de espaço para que seja tratado com a seriedade que merece, dica mais do que anotada!

    ResponderExcluir
  6. Olá! Gosto muito de tramas adolescentes porque sempre conseguimos identificar situações pelas quais já passamos e não tivemos clareza para resolver. Achei legal o modo como o autor colocou os personagens juntos e os fez aprender um com o outro e se auto conhecer. Achei legal as reflexões e aprendizados que a história também traz.


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu adoro enredos envolvendo jovens. Gosto de acompanhar seus sentimentos, seus questionamentos e refletir com a visão dos personagens. Ainda não tive oportunidade de conhecer essa leitura, mas tenho visto boas críticas e estou gostando bastante de conhecer o catálogo da Faro Editorial.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  8. Oi oi!

    Tudo bem? Esse livro tem uma capa muito fofa, mas infelizmente eu nao leio mais YA (com raras exceções) porque não consigo me conectar mais com os dramas doa personagens dessa idade então acabo achando tudo meio over dramatic pra mim.

    Fixo feliz que tenha gostado da narrativa, mas vou passar a dica desta vez.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oi Izabeli! Tudo bem?
    Já li outras resenhas desse livro e cada vez mais estou curiosa por ele, mas como eu não estou podendo comprar livros porque eu devo ter uns mil e um atrasados em alguns anos de leitura, terei que passar a dica. Mas juro que não irei esquecê-lo, portanto, dica anotada para o futuro.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá
    De fato a Faro vem vindo com livros muitos bons de um tempo para cá e esse pelo que eu vejo em sua resenha é mais um exemplo disso. Acredito que pelo que li seja realmente impossivel não se emocionar e se envolver com essa historia.

    Dica anotada!

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Tenho que concordar contigo que esse livro foi marcante. Eu comecei a ler e não me envolvi com essa história tanto assim, mais por conta da Cassie que me cansou um pouco, sabe? Mas, conforme fui me envolvendo com a história e os personagens, não pude deixar de amar esse livro, ele aborda temas muito interessantes e de uma forma que não é banalizada, não é? Deu muita vontade de reler esse livro.
    Beijos,
    https://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir