Título: O Circo Mecânico Tresaulti
Autor (a): Geneieve Valentine
Lançamento: 2016
Estante: Skoob 
Páginas: 320
Editora: DarksideBooks
Literatura: Estrangeira
Gênero: Fantasia, ficção
Estrelas: 4/5

Respeitável público, o Circo voltou!Num mundo pós-apocalíptico, onde as pessoas não tem mais acesso à tecnologias de ponta, uma caravana circense leva esperança por onde passa. Os artistas são sobreviventes de guerra, que tiveram seus corpos mutilados reconstruídos com complexas estruturas mecânicas.


Respeitável público, apresentamos orgulhosamente as atrações mais extraordinárias que vocês já viram! O Circo Mecânico Tresalti chegou, trazendo uma história distópica, diferente do que vocês estão acostumados a ler, com personagens para lá de especiais.


Em O circo mecânico tresalti somos apresentados a Boss e sua trupe circense. Só que esse grupo de artistas são para lá de peculiares, muitos possuem características únicas, são metade humanos, metade metal (por isso o titulo, Circo mecânico). Mas diferente do que eu pensava antes de ler, não são apenas algum membros do corpo, como braços e pernas mutilados que são substituídos por próteses mecânicas. E sim coisas mais inusitadas como ossos substituídos por ossos ocos e etc.

"Quando uma cidade não tem grandeza, sua vontade vai embora; então a cidade nada mais é que um labirinto de casas feitas apenas de pedra, aço e  - muito em breve - poeira."

A história se passa durante a uma  Guerra mundial, os personagens do circo são pessoas/soldados que estão fugindo e achando refúgio no circo, alguns chegaram mutilados, e Boss, com seu poder de conserta-los e dar-lhes uma nova vida, os acolhe.

A narrativa é um pouco confusa, pois alguns capítulos são contados em terceira pessoa, outros são narrados por Little Jorge, como é chamado um personagem que tem pernas mecânicas, e que percebemos ser importante na narrativa. Porém,  alguns capítulos notamos que são contados no passado, outros no presente. Acho que a autora quis que tivéssemos uma visão mais ampla dos acontecimentos no circo e fora dele.

“Quando um jovem garoto em especial vai ao circo e se esquece de aplaudir os acrobatas ou o homem forte por estar se perguntando se eles poderiam lhe ser úteis, ele é um homem do governo. (…)”

A ideia do livro é muito boa, mas senti que a (autora) podia ter feito uma historia menos enrolada. Entendo que é uma historia circense, mas a  autora não precisava descrever tim tim por tim tim as piruetas que as acrobatas davam no trapézio. (Sorry, mas não criei essas cenas na cabeça). Eu gostei dos personagens, eles são cativantes. Senti facilidade em entender algumas coisas que não foram explicadas, como a história do homem alado (Alec, um homem com asas), então isso me leva a crer que algum dia vou reler esse livro e entender todas as coisas que agora não entendo. Muita coisa depende da nossa visão de mundo, e experiência..

Depois da página 100 que o livro vai tomando uns rumos mais interessantes. Quando o "Homem do governo" como eles chamam, resolve visitar o circo, os amedrontando, que podemos perceber que rumo a historia ira tomar  ficamos presos até chegar no desfecho. Fiquei impressionada com o final, até me apeguei muito aos personagens estranhos. E fico pensando como uma família, não precisa necessariamente de laços sanguíneos para ser unida.

"Havia sempre lágrimas de alegria; um homem tão lindamente unido com uma máquina era algo que as pessoas precisavam ver depois de uma guerra como a qual haviam passado. A tecnologia naquela época era armas e sinais de rádio; as pessoas precisavam lembrar-se da arte da máquina."

A edição, como todas da DarkSide é caprichada e cheia de gravuras que remetem a história. Realmente um livro muito bonito. Eu tiraria algumas partes maçantes desse livro e ele seria perfeito, mas por isso tudo citado, dou 4 estrelas.

8 Comentários

  1. Oi, tudo bem?
    Acho as capas da Darkside muito bonitas, sempre bem trabalhadas. E infelizmente nenhum conteúdo da editora me chama atenção porque não gosto do gênero dark. Nem toda beleza me convence. Adorei a resenha e sua sinceridade nela, mas deixo passar a dica. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu sou doida pra ler esse livro há séculos, gosto muito desse mundo circense. Ficou ótima a sua resenha, apontando os pontos positivos e negativos da obra.

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    A beleza dos livros da Darkside é inquestionável, mas nem sempre as histórias me agradam ou chamam a atenção, o que foi o caso desse livro. Mas nunca tinha lido uma resenha a respeito e só segui minha intuição mesmo, porém vendo que você gostou e conhecendo um pouquinho mais fiquei curiosa, não prometo que lerei em breve, mas olharei para esse livro com mais carinho a partir de agora.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá! Tudo bom?

    Ainda não tinha ouvido falar do livro mas achei a capa fantástica! As edições da darkside de fato são bem caprichadas. Gosto dessa temática de Guerra Mundial. Fico feliz que o final te impressionou. Não sei se o leria, mas eu acho que por curiosidade eu ousaria buscar o livro pra ler, ainda mais por tudo isso de circo, partes mecânicas e tudo mais. Adorei a resenha ❤️

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Tenho muita curiosidade em ler esse livro, mas do tipo muita mesmo. Justamente pelo enredo que rem personagens diferentões. Só ainda não tinha reparado que era da Darkside; dizem mesmo que as edições são um arraso, mas pelas capas, devem ser mesmo. Quando for possível quero ler esse livro. Bexus

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Bom saber que a trama tem uma boa reviravolta ao longo dos capítulos. Mesmo não sendo meu estilo de leitura, uma coisa preciso concordar, as capas da Darkside são muito bem elaboradas. Dá até vontade de comprar por sua beleza.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. Oiee, tudo bem? Gostei da resenha! O livro pode mesmo ficar enrolado em algumas partes, é um livro bem denso e complexo... a escrita da autora é maravilhosa! Amei cada parte desse livro (li em 2013) e estou planejando uma releitura, pois não lembro muito da história.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Tenho esse livro na estante mas ainda não li, pelo medo de ser massante também! Comprei pela capa, confesso. Hahahhaa. Mas adorei seu post, vou ver se coloco ele na frente de outros 💖

    ResponderExcluir