Título: Blogueiras.com
Autor (a): Adrielli Almeida, Lari Azevedo, Mariana Mortani, Mari Scotti, Raffa Fustagno, Teca Machado, Thati Machado e Thays M. de Lima

Lançamento: 2017
Páginas: 200
Estante: Skoob
Editora: Independente
Literatura: Nacional
Gênero: Infanto juvenil, conto
Estrelas: 5/5
Compra: Amazon

Oito histórias. Oito protagonistas. Uma paixão em comum: blogar!Nas páginas desse livro, você conhecerá oito garotas diferentes com um sonho em comum. Seja falando de livros, música, comportamento ou viagem, tudo o que elas querem é compartilhar interesses e fazer novos amigos. No caminho, contudo, elas descobrirão que a blogosfera tem muito mais a oferecer. Embarque com elas nessa aventura e viva o sonho intensamente. Bárbara, Amanda, Mafalda, Valentina, Lilia, Helena, Aline e Clara vão te surpreender.

Tem um tempo que eu vejo Blogueiras.com por aí, mas ainda não tinha tido a oportunidade de lê-lo. Isso até um evento que teve aqui na Zona Norte do Rio de Janeiro e uma das autoras estava participando do evento, eis aí minha chance de adquirir o livro. (Abafa que eu sou tapada e já estive em outros eventos em que estava alguma das outras autoras)


Para quem não conhece o livro, Blogueiras.com é uma antologia organizada pela Thati Machado e tem oito contos sobre o mundo dos blogs, seja blog de moda, literário, nerd, pessoal, etc. Aqui encontraremos um pouco de tudo sobre blogs e também um pouco de quem escreve.

O primeiro conto é da Mariana Mortani e chama-se Arrisque-se. Nessa história vamos conhecer Bárbara, uma blogueira que recebeu o convite da Netflix para assistir ao primeiro episódio de uma nova série que o canal de streaming está lançando baseado num livro do qual a protagonista ama, além de participar de uma coletiva de imprensa com parte do elenco. 


-Não tenho nada contra, mas não gosto da ideia de um lugar, ou qualquer coisa ou pessoa, ser conhecido apenas por uma característica. Nada nem ninguém é apenas uma coisa. Tudo possui dois lados. 

Não vou contar muito mais sobre o enredo, afinal é um conto e cada detalhe pode ser crucial, para você aproveitar ao máximo a leitura. Só vou deixar uma coisa avisada sobre o conto, ao final dele você vai querer matar a autora. Mas não se preocupe, não é por causa da história, é por onde ela terminou o conto e pela sensação de quero mais que você ficará. Acredite em mim, eu não acreditei em quem me deu esse conselho e aqui estou eu, querendo mais algumas páginas.

O segundo conto se chama Sentimentos às Avessas e foi escrito pela Larissa Azevedo. Nesse conto conhecemos Amanda, ou Mandy, ela tem um blog onde escreve seus sentimentos, algo como um diário. Amanda sofre de depressão e inicialmente ela começa a escrever porque seu psicólogo lhe dá a tarefa de escrever seus sentimentos em algum lugar e como ela é uma garota moderna (palavras dela, não minhas) resolveu fazer isso em forma de blog. Tudo ia muito bem (ou bem dentro do possível), até que seu psicólogo lhe apresenta Ingrid. 


Sento-me na frente do computador, hoje  dor está mais intensa do que nunca. Nada do que eu assisto me faz feliz. Não sinto vontade de ler nenhum livro. Cada dia que passa a vontade de abrir os olhos é menor.

Eu amei demais esse conto, a Larissa fez a Amanda uma personagem bem real e dá para sentir tudo que ela senti com a depressão dela, com o que ela tenta passar no blog dela e como ela descobre que depressão não é algo isolado, que há mais pessoas como ela no mundo e que se todo mundo tentasse ajudar ao próximo nem que seja um pouco da maneira que pode já é uma grande coisa.

E a Vida Me Trouxe... é o terceiro conto do livro e foi escrito pela Raffa Fustagno. Aqui conheceremos Mafalda, uma blogueira literária que ama o livro E a Vida Me Trouxe, tanto que já perdeu a conta de quantas vezes já releu o livro. E em uma dessas releituras, enquanto ela lia uma cena triste, o protagonista do livro aparece em seu quarto. Assim ela descobre que toda vez que uma pessoa ler o mesmo livro pela décima vez, dá nota cinco no skoob e faz resenha do livro no blog/youtube um personagem do livro é libertado. Agora Mafalda tem Alfredo, seu personagem preferido do livro, em carne e osso e com certeza ela terá alguns probleminhas pelo caminho. 


Mafalda só podia estar sonhando. Ou aquela era uma brincadeira se alguém do seu trabalho, viviam debochando que ela lia demais e sonhava acordada. Agora lhes dava um pouco de razão. como assim estava vendo alguém dentro de seu quarto?

Nem preciso dizer que bateu aquela invejinha da Mafalda, meu sonho que meu personagem preferido ganhasse vida para vir conversar comigo.  

Segredos da Valentina, escrito pela Thati Machado, é o quarto conto da antologia e conta a história de Valentina, uma youtuber que, algum tempo após terminar com seu namorado, recebe um convite de uma produtora para viajar para Los Angeles e cobrir a pré estreia de uma comédia romântica que estava para ser lançada. Durante a cobertura do evento Valentina é assediada por um dos atores do filme e ao reclamar as pessoas começaram a dizer que ela que estava errada (nada novo nesse mundo machista, não é mesmo ?). A vida de Valentina virá um inferno e com tudo de ponta a cabeça ela resolve contratar Elle, uma assessora de imprensa, para tentar resolver o problema.


- Defina bem - pedi com um sorriso sarcástico e, constrangido pela escolha das palavras, ele apenas deu de ombros. - Está tudo desmoronando na minha vida, mas ainda estou de pé. E não vou entregar os pontos tão facilmente. 

O conto Thati é maravilhoso e trata de maneira bem leve de assuntos como machismo e sexualidade. Eu achei bem real a maneira que ela mostra como realmente é quando uma mulher sofre assédio de alguém com mais poder e/ou fama do que a vítima, como  a sociedade acaba culpabilizando quem na realidade é a vítima e o assediador acaba saindo como vítima.  

O quinto conto é da autora Adrielli Almeida e se chama TT. Nesse conto vamos conhecer Lilia, que recebe a chance que qualquer fã de kpop gostaria de ter, passar horas junto aos seus ídolos. Uma pena Lilia não ser fã da banda. Ela acaba caindo de paraquedas no meio de um evento sobre kpop onde deveria entrevistar, no lugar de sua irmã que não pôde ir, uma banda muito famosa do estilo. No entanto, por conta de um erro ela acaba sendo confundida com outra pessoa e aí a confusão está armada.


Eu vendi minha alma para um blog.Gostaria de dizer que foi por um motivo realmente nobre, como amar o que eu faço ou algo assim. Mas não.

Eu não sou fã de kpop a muito tempo (na verdade sou praticamente poser), mas com certeza eu gostaria muio de estar no lugar de Lia, mas Deus não dá asas a cobra. 

A Perfeição em Existir é o conto da Thays M. de Lima e é o sexto conto da antologia. Ele conta a história de Helena, que está viajando para Gramado, no Rio Grande do Sul. Helena tem um blog de viagens e sempre que pode dá uma passada por Gramado, onde se sente acolhida pela cidade. Durante sua estadia ela conhece um homem misterioso enquanto visitava um museu de cera. Ele tem o rosto deformado e sente  amargura por isso. Eles vão passar os últimos dias de Helena em Gramado juntos e aos poucos ela vai descobrindo quem realmente é o tal homem misterioso e o que aconteceu com ele.


- O mundo seria tão mais simples se fôssemos todos feitos de cer - ouço o homem que está ao meu lado, também observando a escultura, dizer. ele está com um boné que não permite que eu veja o seu rosto na posição em que estou  e parece que está falando consigo mesmo, pois não há ninguém ao nosso lado. 

Canal Aline Cordeiro é o sétimo conto e foi escrito pela Mari Scotti. Nesse conto Vamos conhecer Aline, uma mãe solteira e youtuber. Ela tenta a todo custo reproduzir o feito que conseguiu com um de seus vídeos que bombou na internet, mas, apesar de todo esforço, ela não está indo muito bem. Em paralelo a isso, ela precisa arrumar um jeito de conciliar as gravações dos vídeos para seu canal com ser mãe.


- Só queria ficar conhecida. que as pessoas soubessem meu nome, me reconhecessem na rua, me desafiassem. Que descobrissem minhas dicas para mães solteiras. Existem muitas e elas com certeza se sentem tão sozinhas como eu me sinto! Como se não tivéssemos em quem nos apoiar já que precisamos ser o apoio o tempo todo! As brincadeiras começaram para distrair o Daniel. Ele chorava tanto! Então, me filmaram e mais de mil pessoas assistiram ao vídeo e acharam divertido. Eu queria aquela sensação de volta. O apoio. "Nossa, queria que minha mãe fosse engraçada assim!" Uma pessoa comentou. Queria isso de volta. Que as pessoas vissem valor em mim e não só aquela que abriu as penas e esqueceu da camisinha!

Gente, pensa numa pessoa que paga mico. Pensou? Pois bem, essa pessoa com certeza não chega perto da Aline gravando seus vídeos no meio do Ibirapuera. Eu ri muito com ela, até porque já paguei alguns micos na internet também, então entendo ela. 

O oitavo e último conto foi escrito pela Teca Machado e se chama Conversas Literárias. Aqui vamos acompanhar Clara, uma blogueira literária que compra pela internet um novo computador chamado Inside. Quando o computador chegou havia apenas um bilhete dizendo para ser usado com moderação e que era para o usuário tomar cuidado com o que colocava na internet. Ao escrever a resenha de um livro de fantasia, as luzes do quarto de Clara começam a piscar e de repente ela se encontra num lugar estranho, até que a menina percebe que foi parar dentro do livro. Quando Clara volta a realidade acha que tudo não passou de um sonho, mas, ao ler os comentário de sua resenha, ela descobre que algumas coisas na história mudaram. E assim Clara começa uma aventura por dentro de seus livros preferidos.


Tentei convencer a mim mesma de que deveria ser estresse. Mas udo que eu conseguia pensar era na frase de William Shakespeare "Há mais coisas entre o céu e a terra do que pode imaginar a nossa vã filosofia".Eu lia muitas histórias fantásticas ao longo da vida, escrevia sobre elas no blog e sempre acreditei no poder da transformação que os livros podem ter. E se Shakespeare estivesse certo? ele com certeza não falou essa frase do nada. Será que ele também teve uma experiência como a minha? Algo que a lógica não consegue explicar?

Mais uma história que me deixou com um pouco invejinha. Imagina só poder entrar nas histórias que tano amamos e poder fazer parte, nem que seja por alguns momentos, daquele universo. 

Como disse no início da resenha, o livro foi organizado pela Thati Machado e todas as autoras são blogueiras e/ou youtubers e o prefácio do livro foi escrito pela Maisa Evelyn do blog Reino Literário Br. Eu ainda não conhecia a escrita das autoras, mas nenhuma delas me decepcionou, pelo contrário, vou caçar todos os livros delas para ler, tô lendo até lista de compras se elas publicarem. 

Blogueiras.com é um livro maravilhoso, repleto de contos que fará com que você não queira parar a leitura até que o livro tenha acabado. Eu recomendo a leitura para quem quer um livro gostoso e leve, repleto de contos engraçados e que vão deixar qualquer leitor com um pouco de invejinha de nossas protagonistas. 

Beijos e até a próximas!

Deixe um comentário