Título: O Cobiçado: Rohan Sen 
Autor: Mari Scotti
Lançamento: 2016
Estante: Skoob
Páginas: 414
Editora: Amazon
Comprar: Amazon
Literatura: Nacional
Gênero: Romance
Estrelas: 4/5


Vinte e quatro mulheres à sua disposição. Um coração incapaz de ceder. 
Rohan Sen é um solteirão convicto, vocalista da Four River, uma banda de rock conhecida internacionalmente. Galã nas horas vagas (e nas ocupadas também), desistiu do romantismo após ser largado no altar em rede nacional. Tudo estava bem, até que foi convidado para ser o astro de "O Cobiçado", um novo reality show. 
Aillen Kern encontrou na voz rouca de Sen, um bálsamo para as dores da perda. Após a morte de seu noivo, ela se entregou ao luto, trancando seu coração, mas não o seu amor pela música. Só não esperava ter a chance de conhecer seu ídolo, um dia. Menos ainda participar de um programa em busca de um novo amor, algo que ela decidiu nunca mais procurar. 
Encontrar o amor em um programa de TV parece improvável, mas a vida pode surpreender.

Sabe aqueles livros que você começa a ler porque leu um outro com o tema parecido e resolveu ler esse, mas que você não dá muito por ele no início? Pois a resenha de hoje é sobre um livro assim. Após ter lido Par Perfeito, da A.C. Meyer (já tem resenha dos dois primeiros episódio aqui e aqui), eu estava numa vibe de livro de reality show e então me deparei com O Cobiçado na Amazon e resolvi ler, sem muitas expectativas. Tive um bela surpresa com a leitura desse livro maravilhoso!

Após ser abandonado no altar por sua noiva, que fugiu junto com seu amigo, Rohan Sen viu sua carreira estourar com suas fãs tomando suas dores e com as músicas que o abandono lhe rendeu. Mas, com o passar do tempo, o abandono de Rohan ficou para trás e suas músicas já não fazem tanto sucesso quanto antes.

Estar vivo significa estar em movimentos. O natural da vida é ela seguir em frente...

Rohan recebe então uma proposta de Teobaldo, seu amigo e dono da emissora RPTV, que promete fazer com que sua carreira volte aos holofotes e também aumentará a audiência da emissora. Assim, Rohan se vê diante da proposta de participar de um reality show onde o prêmio para a vencedora é o coração dele. 

Tratando a ideia de maneira cética, ele acha que tudo não passa de uma loucura, mas concorda que seu público nos shows já não são mais os mesmos e que precisa dar uma movimentada na carreira.  Mas ele só aceita realmente a ideia após esbarrar em uma garota,  Aillen, na saída da emissora. Ela lhe dá um ânimo a mais para participar do reality e após algumas ressalvas, ele aceita participar da primeira temporada de O Cobiçado.

A resposta da plateia ao primeiro acorde da guitarra o fez esquecer de tudo e se focar no que amava: a música.

Aillen é uma jovem que, após perder seu noivo em um naufrágio, resolveu nunca mais amar nenhum homem além dele, mas seu amor pela música é o único amor que ela mantém vivo.  Assim, quando ela esbarra em Sehan, seu ídolo, ela vê isso como um sinal para se dedicar mais ao seu sonho: se tornar cantora.

Com isso, quando ela recebe um telefonema da RPTV ela logo acha que sua oportunidade chegou. No entanto, Sabrina, a mulher que lhe ligou, diz que encontrou seu crachá e que precisa marcar um encontro para devolvê-lo e também para lhe fazer um proposta. 

Sentia-se em uma avalanche, pois todos os muros que haviam criado ao seu redor pareciam feitos de gelo fino, podendo ruir a qualquer instante.

Sabrina, que não perde um detalhe, ficou curiosa por ela ter sido o motivo de Rohan ter aceitado participar do programa e decide convidar ela para participar como uma das concorrentes porém, como ela não era uma das inscritas e sim uma convidada, ela iria ganhar uma cachê além de ter algumas mordomias a mais do que as outras concorrentes.

Sem ter muita certeza se deve ou não participar, ela resolve aceitar a proposta de Sabrina por causa do alto cachê, que era a quantia certa para ela pagar o imposto da casa de seus pais, e pela chance de finalmente ser reconhecida. Eu vou parar de falar sobre a história por aqui porque eu não quero dar spoilers. 

Ela era o tipo de mulher que o deixava maluco. [...] Não parecia ser das que ririam até de uma piada ruim apenas para agradar, não, certamente não riria, mas debocharia dele.

Eu não conhecia a escrita da Mari Scotti, esse foi meu primeiro contato com  as histórias dela. E me surpreendi bastante, eu não esperava gostar tanto assim. A  leitura foi tão rápida, que eu só li nos momentos em que eu estava à toa no trabalho, e eu devorei de tal maneira que acabei em dois dias. A escrita da Mari é maravilhosa e bem fluida.

E se você quer ler esse livro par relaxar e só curtir um momento sem muitas emoções, esqueça essa ideia, pois é quase impossível não sentira amor, raiva e, às vezes, uma vontade imensa de entrar no livro e dar uns tapas no protagonista.

Rohan é um personagem que já começa o livro com uma bagagem pesada nas costas da qual ele não quer se livrar inicialmente. Em vários momentos eu tive uma vontade imensa de esbofetear o rostinho lindo dele. Mas, em outros momentos ele mostrava um lado carinhoso, e educado e minha vontade já mudava para querer guardar ele num potinho!

Deixar de sentir falta é natural da vida. Não deixamos de amar, apenas nos acostumamos a não ter.

Já a Aillen é uma personagem que nos cativa desde o início e, apesar de algumas atitudes que eu achei erradas, nos mantém apaixonados por ela o livro todo. Ela é sincera, sensível, uma personagem forte  e que não abaixa a cabeça para nosso mocinho em momento nenhum.

Sabrina também é uma personagem da qual eu preciso falar aqui. Apesar de alguns personagens não terem caído muito nas minhas graças, ela compensou todos eles. Sendo uma personagem feminina forte, decidida e cheia de atitude. Ela não se abaixa diante de homem nenhum, se mostrando uma mulher forte, moderna e empoderada.

Uma leitura maravilhosa e, independente de ter 400 páginas, bem rápida. Eu recomendo o livro para todos que amam um bom livro de reality shows e que quer ler um bom romance repleto de música, intrigas e com uma banda talentosa e cheia de caras gatos!

O segundo livro da série, O Cobiçado Adam Oliver: Segunda Temporada, contará a história de Adam o guitarrista da FourRiver e em breve eu trarei a resenha pra vocês!

Beijos e até a próxima!

Deixe um comentário