Título: Apenas Uma Vez: Foi o Suficiente
Autor (a): Grazi Fontes
Lançamento: 2017
Estante: Skoob
Páginas: 456 
Editora: Anjo Editora
Comprar: Amazon
Literatura: Nacional
Gênero: Erótico
Estrelas: 4,0/5,0

TYLER, um homem completamente resolvido e totalmente decidido a não se envolver em um relacionamento, mas isso não tem nada a ver com um coração partido, pelo contrário, ele só acha que há uma grande variedade de mulheres belas e solteiras esperando por ele, que sabe o quanto é sexy, bonito e desejável, mas nunca teve vontade de mostrar suas outras qualidades a alguém, até conhecer HAZEL.HAZEL, uma garota introvertida, certinha, mas muito inteligente. Entretanto, tudo nela emanava sensualidade e fazia um homem enlouquecer de desejo apenas ao olhar para ela. Foi suficiente uma noite com ela para que TYLER desejasse quebrar sua regra mais importante: nunca passar suas noites com a mesma mulher.Para ele tudo sempre foi fácil de ter, até HAZEL entrar em sua vida e bagunçar a sua mente, dificultando todas as suas investidas.Como suprir um desejo desenfreado e totalmente inalcançável? Seduzindo, é claro!APENAS UMA VEZ uma história de perder completamente o fôlego e a cabeça.

Olá pessoas, tudo bem com vocês? 

Hoje, trago a vocês, essa resenha de Apenas Uma Vez: Foi o Suficiente, de Grazi fontes e tenho que confessar, quando comecei a ler achei que seria mais um livro de romance erótico sem muito a acrescentar. Ledo engano. A história consegue prender o leitor de uma maneira diferente. Você deve conhecer aquela frase que diz assim, “falem bem ou falem mal, mas falem de mim”. Essa frase define o livro, bom, uma parte dele. Mas podemos definir Tyler Barrington exatamente com ela.

Na história, conhecemos Tyler Barrington. Um homem de 25 anos, dono de uma empresa de publicidade. Um cara totalmente seguro de si e completamente egocêntrico, do tipo que só pensa com a cabeça de baixo. Tanto, que as vezes chega a ser irritante isso nele. Ele é um personagem que, na minha opinião, beira ao tarado. Mas, claro, tarado pela Hazel.

Tudo que ela fazia, para ele, era fascinante e isso o incomodava. Ele sabia que se ficasse tempo o suficiente ali, acabaria louco de anta vontade.

Também conhecemos Hazel Lancaster, uma estudante de 20 anos, que a princípio, demonstra ser uma pessoa totalmente confiante e acaba sendo indecisa. E sua sinceridade é o que faz com que Tyler, fique de quatro por ela.

Apenas Uma Vez: Foi o Suficiente me surpreendeu bastante. Comecei lendo e imaginando uma coisa, e acabou que terminou do mesmo jeito. Rsrs. Mas o que surpreendeu, foi a maneira como os personagens cresceram. Tyler começa como um cara completamente escroto (sim, eu criei um ranço por ele do início ao fim). Tanto, que quando ele se descobre apaixonado por Hazel, não sabe nem como namorar (como assim minha gente?!?), pois ele só sabe sair pra caçar, comer e jogar fora. Bem ridículo né? 

A garota levantou  os olhos diante de seu predador. Primeiro ele estremeceu, em seguida, umedeceu novamente os lábios.

O que me incomodou na história, foi Hazel cair na lábia dele. Sério, eu fiquei muito chateada. Ela começou tão segura de rejeitar ele e não demorou pra sair com ele. Preciso dizer me senti um pouco decepcionada com ela. Ela foi a mais confusa de todas. Uma hora queria, outra hora não. Pra uma pessoa confiante, ela vira e mexe estava indecisa no que sentia em relação ao Tyler. 

A história te prende, porém, era muito cansativo, diria repetitivo, ler sobre o Tyler querer transar a toda hora. Não tinha uma página em que ele não estava transando. E quando você acha que Hazel vai sossegar o cara, lá vai ela ficar tarada também. O livro é sexo puro. Não que eu ache isso ruim em um livro, mas como falei, achei repetitivo. 

Ela era a única mulher que o fazia repensar o que devia dizer ou deixar de dizer.

Fora isso, a história mostra o crescimento de cada personagem. Tyler, amadurecendo como homem e sossegando com a apenas uma mulher e Hazel, se abrindo pra vida e conseguindo mudar Tyler. Apesar de repetitivo a parte do sexo, o enredo é interessante. A autora tem uma escrita fluida.

E você, já leu esse livro? Me conta, gostou do Tyler? 

Deixe um comentário