Título: Pseudônimo Mr Queen
Autor (a): Loraine Pivatto
Lançamento: 2015
Estante: Skoob
Páginas: 404
Produção Independente
Comprar: Amazon
Literatura: Nacional
Gênero: Ficção, distopia
Estrelas: 4,5/5 

Sinopse: O ano é 2012, Dia 21 de dezembro, E a temida profecia maia acaba de se cumprir. Cidades devastadas, Ruas vazias, A população mundial bruscamente reduzida, E a história dos sobreviventes começa a ser contada. Os escolhidos iniciam um novo mundo, baseado nas novas regras passadas através dos sonhos. Agora serão 2 vidas: A primeira até os 70 anos, A segunda, a partir dos 20 e até os 100. 150 anos no total. Nenhum segundo a mais. A nova sociedade começa a surgir: Sem desigualdade, Sem dinheiro, Sem doenças, Sem possibilidade de mortes prematuras, Exceto por uma maneira. Uma única maneira de morrer, mas que não pode ser revelada. Um segredo que precisa ser guardado. Para salvar a sociedade de si mesma.

Pensa em um livro louco, muito louco? É esse! O tipo do livro que você fica whaddafuck?!?! Pois é minha gente, esse livro veio pra nós através da própria escritora, nos convidando a participar da book tour dessa obra. Alugns membros da equipe do blog ficaram receosos em aceitar resenhar esse livro, pois não parecia uma leitura tão promissora. Mas essa pessoa que vos fala, é brasileira e não desiste nunca. Como meu lance não é muito romance, eu acabo cuidando da parte no-love da parada. 

O fim do mundo é realidade e em 2012 ele acontece. A história já começa no pós fim do mundo. Por isso, Pseudônimo Mr Queen é dividido em três partes: a primeira intitulada Regina Brandão, conta a história de Regina Brandão, que de repente acorda num ginásio sem saber o porque de estra ali, assim como as outras 200 pessoas presentes no mesmo local. Todos acordam com o mesmo "sonho", que dizia que as pessoas não poderiam ser mortas, não haveriam doenças, tudo seria repartido para todos em igual e que todos que estavam ali, foram escolhidos. Nessa primeira parte, Regina tenta descobrir o porque deles terem sidos escolhidos, enquanto também, precisa descobrir mais sobre atraição do marido que acontecia no exato momento em que o mundo "acabava". 
A segunda parte, intitulada Larissa Brandão, temos Larissa, neta de Regina, e a terceira parte, intitulada Vitória Brandão, filha de Larissa. Larissa e Vitória tem sua vida, de certa forma, girando em torno de um personagem, Paulo Ricardo Almeida. Amor da juventude de Larissa, é um homem que de início parece um jovem muito apaixonado, mas logo você percebe que é uma pessoa possessiva, obcecada e vingativa. Toda a duas vidas de Paulo Ricardo, gira em torno de uma única obsessão, vingnça contra Júnior, que desaparece na primeira vida. Sim, parece confuso, e a primeira vista, realmente é. Mas conforme você vai lendo e entrando cada vez mais fundo nessa trama de segredos, você começa a entender. Uns tentam revelar o grande segredo da morte desse novo mundo, outros tentam de todas as maneiras mantê-lo. Desculpem, mas não tenho como falar mais nada sem dar spolier


"Uns simplesmente iriam embora, indiferentes à sua vontade de compartilhar o seu tempo com eles. E quanto a isso não havia o que fazer, a penas acietar. Acietar ecompreender que o tempo curaria tudo, sempre."


Eu preciso dizer que não levava muita fé nessa obra não, mas Pseudônimo Mr Queen me surpreendeu muito. Achei muito louco no início e muito, mutio confuso, mas conforme você lê, você começa a compreender a matemática dessas duas vidas, afinal, são 150 anos vividos, dividos em quantidades para cada vida. Sim, eles vivem em dimensões paralelas que convivem no mesmo espaço sem saber. Existem pouquíssimas pessoas que sabem disso e essas pessoas são cruciais para o desfecho da história. 



O único momento que achei confuso demais, é que a história intercalava muito entre personagens e pela grande quantidade deles, as vezes eu me perdida. No final todos eles se encaixavam, mas a quantidade era grande demais e achei isso um pouco maçante e confuso. Tirando isso, achei uma ótima ficção. Loraine sabe cativar de uma maneira, que não te deixar largar o livro de jeito nenhum. Sério, achei ela muito louca, no bom sentido. Gente, só leiam, NÃO VÃO SE ARREPENDER!


xoxo


















  

Um Comentário

  1. Que legal essa resenha, Bruna. Amei!! Muito obrigada mesmo, viu? Grande beijo

    ResponderExcluir