Assisti Sierra Burgess is a Loser (Sierra Burgess é uma loser) depois de séculos.
E uau! Que filme. Sério gente, não vou só ficar suspirando pela maravilha personificada chamada Noah Centineo, porque o filme não é só isso.


Por traz de um roteiro adolescente, onde insegurança, baixa auto estima e outros afins podem ser visto como bobagens. Esse filme não é assim, ele é uma forma de mostrar o quanto podemos conviver uns com os outros sem ser somente por "tolerância". Diferenças existem e são o equilíbrio do mundo. E quando se é adolescente as vezes elas podem ser problema se você se faz problema.

Gosto de estrelas porque quando olhamos daqui as achamos brilhantes e lindas, mas elas só são feitas de hidrogênio… Tudo depende da perspectiva.



E falando do romance problemático adolescente totalmente movido por baixa auto estima, a gente sabe e briga o tempo inteiro no filme com Sierra por isso. Jamey é tudo que a gente quer, mas morre de medo de assumir, sendo que o diferencial está exatamente no que ele é por dentro.

Já se sentiu como se fosse a única adolescente sem obsessão com a aparência?

Bom, não quero me estender mais e acabar divagando sobre o assunto, mas eu amei o filme queria um Dan na minha vida agora e recomendo como um super filme para assistir com os amigos. Principalmente aqueles que podem estar na bad.



Volto assim que assistir outro filme ou série merecedor de indicações.
Beijos


Sierra é uma adolescente inteligente, mas que não se encaixa exatamente nos padrões de beleza impostos no ensino médio. Quando um incidente de confusão de identidade resulta em um romance inexperado em sua vida, ela se vê precisando se juntar a garota mais popular da escola para poder ficar com o menino que gosta.

Deixe um comentário