Destaques

12 de janeiro de 2019

Resenha #198
Pequenas Histórias de Amor - Simone Freire

Título: Pequenas Histórias de Amor
Autor (a): Simone Freire
Lançamento: 2018
Páginas: 157
Editora: Amazon
Comprar: Amazon
Estante: Skoob
Literatura: Nacional
Gênero: Romance
Estrelas: 5/5


Você sabe o que é amor? Alguns dizem que é um sentimento. Outros afirmam que são gestos. Mas todos concordamos que uma vida sem amor é uma vida vazia.Ame e permita-se ser amado, não é isso que dizem?Pequenas Histórias de Amor é uma coletânea de contos que traz diversas formas reais de amar. E a realidade nem sempre é tão fácil assim... Amor de família, entre casais e entre amigos; amores inesperados e intensos; amores de uma vida ou de apenas um momento. Não importa. Amor é amor. Qual sua forma preferida de amar?



Há muito tempo que eu não leio algo que me deixe tão sensibilizada quanto esse livro me deixou. 

Alguns dirão que eu tenho coração de pedra, mas eu raramente choro lendo algum livro. No entanto a autora conseguiu o que quase ninguém consegue, me fazer chorar e em público (porque eu resolvi ler o livro nas horas vagas do trabalho, então imagine a cena). 

Mas vamos ao livro, que é o que vocês querem saber. 

Pequenas histórias de amor nos traz o lado comum dos relacionamentos, então não venha ler esse livro pensando que você verá aqui histórias onde todo casal é feliz e perfeito. Não. Aqui nós vemos o lado cru de um relacionamento. Vemos o lado real. Que ninguém é perfeito, que a vida tem altos e baixos e nem sempre o amor prevalece, às vezes algo maior pode interferir.

Não havia nada no universo capaz de separá-los naquele momento. Nem o passado do qual ela fugia com tanta vontade teria a força necessária para quebrar o encanto que uniu a alma dos dois.
-Conto Peixes Com Lua Em Virgem

Dentre todos os contos, o que mais me tocou foi Peixes Com Lua em Virgem. Foi ao  ler o fim desse conto que minhas lágrimas vieram. É difícil ler um conto que traz algo ruim, mas que ainda é bem comum de acontecer nos dias atuais, e não derramar nenhuma lágrima. 

A Sissi escreveu histórias comuns, que poderiam acontecer comigo, com você, com seu vizinho, mas que nos tocam bem lá no fundo do coração. E você consegue sentir os sentimentos que os personagens estão sentindo. É bem palpável o sofrimento cru, a felicidade, o amor, tudo.

Mas, mesmo naqueles meses, no meio de tantas sensações boas, de tantas esperanças e risadas, de promessas, planos e desejos, ele sabia que, eventualmente, alguma coisa daria errado. E ele sabia que esse erro iria partir dele.
- Conto Noite de Ano Novo

Eu estou simplesmente apaixonada pela escrita dela. Lerei até bula de remédio se ela escrever agora. E não preciso nem dizer que recomendo a leitura, só aviso que é bom ler com uma caixinha de lenços ao lado.

Beijos e até a próxima!

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

@ManuscritoLiterario

© Manuscrito Literário – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in