Destaques

25 de abril de 2019

Resenha #220 Um marido de faz de conta - Julia Quinn @editoraarqueiro

Nome do livro: Um marido de faz de conta - Os Rokesbys 2

Autor (a): Julia Quinn

Lançamento: 2019

Estante:Skoob
Páginas: 304

Editora: Arqueiro

Comprar: Amazon
Literatura: Estrangeira

Gênero: Romance regência

Estrelas: 5/5
Sinopse: Enquanto você dormia…
Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha, Cecilia Harcourt tem duas opções: se mudar para a casa de uma tia ou se casar com um vigarista. Para fugir desses destinos, ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar do irmão. Após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela encontra o melhor amigo dele, Edward Rokesby, inconsciente e precisando desesperadamente de cuidados. Mas, para permanecer a seu lado, Cecilia precisa contar uma pequena mentira...

Eu disse a todos que era sua esposa.
Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos três meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado. Apesar de saber que Cecilia é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade.

Quem dera fosse verdade…
Cecilia coloca o próprio futuro em risco ao se entregar ao homem que ama. Mas, quando a verdade vem à tona, Edward também pode ter algumas surpresas guardadas para a nova Sra. Rokesby.



Preciso começar essa resenha dizendo que já me apaixonei por esse livro por causa da sinopse, que vi anos atrás com tradução mecânica ainda.

A história de Cecilia e Edward me intrigou e quando finalmente li, me apaixonei.


Bom tudo começa quando Cecilia está em busca de seu irmão Thomas, que ela soube que foi ferido em batalha. Ela não encontra o irmão, mas encontra o seu melhor amigo Edward Rokesby (que ela conhecia um pouco por meio de trechos de cartas de seu irmão, no livro são mostradas várias cartas dela prara o irmão e as pequenas notas de Edward) e como não deixam ela ver e nem cuidar dele, ela diz a todos que ela é sua esposa.

Edward acorda e já fica encantado com sua "esposa", mesmo não lembrando dela.

- Eu queria conseguir me lembrar... - começou Edward.
Ela o olhou.
Ele queria lembrar da primeira vez que a vira. Queria se lembrar do casamento deles.
Queria se lembrar da sensação de beijá-la.
Um pouco melhor Edward e Cecilia são encaminhados para um hotel e é lá que se passa grande parte da história.

Com a convivência e os cuidados Edward e Cecilia vão se apaixonando um pelo o ouro.

- Não sou o homem com quem você se casou.
- Eu provavelmente não sou a mulher com quem você se casou... - murmurou ela.
Ele a fitou. O escrutínio durou tanto tempo que sentiu a pele formigar.
- Mas acho... - sussurrou ela falando completamente sem pensar. - Talvez você precise de mim.
- Meu Deus, Cecilia, você não tem idéia do quanto.
E então, bem no meio daquele corredor, ele a tomou nos braços e a beijou.

O interessante desse livro é que ele não se passa na Inglaterra e nos famosos salões de baile e sim na América, no meio de uma guerra.

Eu amei o Edward, ele é um cavalheiro em todos os sentidos, muito gentil e compreensível, diferente da maioria dos mocinhos que são libertinos e cafajestes.

A Cecília adorei, ela vai se encantando pouco a pouco com ele, e mesmo se sentindo culpada por estar mentindo ajuda ele de todas as maneiras que pode, não consegui ter raiva dela.

O grande mistério do livro é o que aconteceu com o Thomas e como Edward perdeu a memória? E quando ele vai recuperá-la?
Bom tudo isso só acontece mais lá pro final, mas durante a leitura vamos tendo várias pistas.

O livro entrou para os meus favoritos da Julia Quinn e já deixou um ganchinho pronto e o primeiro capítulo para o próximo que vai se chamar Um cavalheiro a bordo, e parece que vai ser tão bom quanto esse.

Enfim espero que leiam e se apaixonem por esse livro como eu.

Até a próxima!

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

@ManuscritoLiterario

© Manuscrito Literário – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in