Destaques

23 de fevereiro de 2019

Dorama: Feel Good To Die

Kdrama |33 Episódios | KBS2 | 2018 | MyDramaList | Viki

Roo Da vive uma vida ordinária, tentando não se destacar, por acreditar que nada de bom pode vir disso. Um certo dia, ela se depara com o maior obstáculo da sua vida e é forçada a salvar a todos de viverem o mesmo dia várias e várias vezes. No entanto, para fazer isso, ela precisa transformar seu terrível chefe, Jin Sang, em um ser humano decente. Enquanto faz isso, ela ainda tem que salvar seus colegas de trabalho do perigo, lutar contra a corrupção e se tornar a heroína que nunca quis ser. Ela precisa quebrar esse ciclo infinito e fazer com que o amanhã chegue.

Feel good to die ou Ainda que eu morra é um drama de comédia romântica, (como quase tudo o que assisto, acho que preciso variar). Assim como o último drama que resenhei aqui esse romance também acontece no ambiente de trabalho, então se você gosta do gênero Office Romance aqui vai mais um indicação para você anotar na sua listinha porque esse drama é muito bom.


Roo Da é apenas mais uma funcionária na equipe de Marketing da empresa. Cumpre suas obrigações, tem um bom relacionamento com os seus colegas, odeia o seu chefe, até aí tudo normal. Até que um dia em um almoço o seu chefe exagera no álcool e ninguém quer ajudar a carrega-lo para casa. Essa função sobra para quem? Para nossa protagonista, claro. 

Roo Da até tenta leva-lo até um táxi mas o bendito sai andando sozinho e acaba sendo atropelado (não é spoiler). O chefe insuportável ter morrido na frente dela não foi problema, o problema é que ela acordou novamente no mesmo dia, ficou presa em um loop temporal. Todos os dias ela acorda e esta vivendo exatamente o mesmo dia que sempre acaba quando o chefe morre. 

Ela tenta evitar a morte dele para tentar sair do loop mas sempre acontece alguma coisa e o chefe continua morrendo, seja por um acidente, seja ela mesmo o matando. Porque...sabe como é né, então. 

Isso tudo a esta deixando louca, ela tenta várias teorias para descobrir como sair do loop e parece que o único jeito é transformar esse ser arrogante em uma pessoa de caráter. Será que ela consegue?


Jin Sang é o líder da equipe de Marketing, ou seja, chefe da Roo Da. Ele tem seu próprio jeito de levar a vida, é muito honesto em seu trabalho mas quando o assunto é educação e gentileza ele nem sabe o que significa. Sabe aquelas pessoas que são super arrogantes e desnecessárias e depois dizem que estão apenas sendo sinceras, mesmo quando ninguém pediu a opinião delas? Ele é assim, ofende, humilha e ainda tem a petulância de dizer que foi um conselho para o bem. Aff. Desprezível é uma ótima palavra para descrevê-lo. 


Nenhuma outra pessoa sabe que estão em um loop temporal, apenas Roo Da e depois o próprio Jin Sang, causador do problema, fica preso junto. Ele também quer parar de morrer todo dia e tenta ajuda-la a encontrar a solução para terminar esse ciclo. Se ele fica vivo o dia passa para o seguinte mas se ele morre o mesmo dia se repete. 

Com isso os dois ficam mais próximos e desenvolvem uma espécie de amizade, mesmo que as vezes ela o mate. Ela acaba entendendo como a cabecinha desse ogro funciona, descobre que lá no fundo ele tem um coração e pode sim ser um homem descente e gentil. Mas libertar o lado bom dele não é nada fácil. 


O drama é muito divertido, principalmente no começo, e fica difícil acreditar que surgirá um romance entre os dois. Depois fica mais sério pois trata de assuntos importantes como corrupção e assédio. Lá para o final tem umas cenas emocionantes, que me deram um susto do tipo "Não vai acabar assim, não é?". Feel good to die tem várias surpresas positivas e eu recomendo para quem curte Comédia Romântica. 


Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

@ManuscritoLiterario

© Manuscrito Literário – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in