Destaques

2 de abril de 2019

Resenha #212 Passarinha - Kathryn Erskine @EdValentina


Título: Passarinha
Autor (a): Kathryn Erskine
Lançamento: 2014
Estante: Skoob
Páginas: 206
Editora: Valentina
Comprar: Amazon
Literatura: Estrangeira
Gênero: Drama
Estrelas: 5/5
Sinopse: Caitlin, que não gosta de olhar para a pessoa nem que invadam seu espaço pessoal, se volta, então, para os livros e dicionários, que considera fáceis por estarem repletos de fatos, preto no branco. Após ler a definição da palavra desfecho, tem certeza de que é exatamente disso que ela e seu pai precisam. E Caitlin está determinada a consegui-lo. Seguindo o conselho do irmão, ela decide trabalhar nisso, o que a leva a descobrir que nem tudo é realmente preto e branco, afinal, o mundo é cheio de cores, confuso mas belo.


Hoje, 2 de abril, é celebrado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. A data, estabelecida em 2007, tem por objetivo difundir informações para a população sobre o autismo e assim reduzir a discriminação e o preconceito que cercam as pessoas afetadas por esta síndrome neuropsiquiátrica. Os transtornos do espectro autista (TEA), como o próprio nome sinaliza, englobam uma série de diferentes apresentações do quadro.

Em 2016, participamos do projeto #LeiaPassarinha, leia aqui como ficou nossa colaboração.

Ele conta a história de Caitlin, uma menina de 10 anos que está indo para o Ensino Fundamental II na escola. Ela tem Síndrome de Asperger, um tipo de autismo. O que ela sabe para lidar com o autismo e tentar ser uma criança “normal” foi aprendido com seu irmão mais velho Devon.

Devon foi assassinado quando um menino entrou armado na escola em que estudava e cometeu o atentado que matou três pessoas. Foi assim, que a vida de seu pai Harry e dela, desmoronou.

"Não quero Devon por perto de um jeito diferente. Quero Devon por perto do mesmo jeito. Do jeito que era antes."
Caitlin sempre gostou de desenhar, ficar no quarto do irmão com ele, se esconder no esconderijo secreto dela no quarto de Devon. Depois de sua morte, a única coisa que continua a mesma é que ela ainda ama desenhar. Infelizmente, seu pai fechou a porta do quarto de Devon, então isso significa que ninguém pode entrar lá.

Caitlin tem uma orientadora na escola que a ajuda a lidar com o autismo e agora tem que ajudar também com a ausência de Devon. Afim de amenizar a solidão da menina, a orientadora sugere e a incentiva a fazer novas amizades. Mas para ela, os amigos são os livros, os dicionários... Além disso, a orientadora também deseja que Caitlin tenha empatia pelas pessoas, mas isso é algo difícil para ela.

"A Sra. Brook diz que a gente pode falar com ela a qualquer hora porque as suas portas estão sempre abertas. Na verdade ela só tem uma e está quase sempre fechada. Mas quando a gente bate ela lembra de abrir."


Ao assistir uma reportagem em casa com seu pai, Caitlin percebe que ela precisa encontrar um desfecho para ela e seu pai. Além é claro, de encontrar uma amizade e ter empatia pelas pessoas. E então ela fica com essas coisas em sua cabeça e faz de tudo para conseguir essas coisas.

Passarinha é aquele livro que eu li e assim que acabei de ler senti aquele gostoso quentinho no coração. Se tornou meu livro preferido e além disso, preciso reler muitas vezes.

"Embora eu não achasse que iria gostar da empatia ela é uma coisa assim que chega sem avisar e faz você sentir um calorzinho no coração."


Foi muito bom ver o mundo com os olhos de um autista. Eles são lindos, crianças adoráveis, além de serem muito inteligentes.

Caitlin sempre entende tudo que as pessoas falam de forma literal. Então em algumas partes do livro, vamos observar alguém falando algo sério com ela e ela levando aquilo para o lado literal. E a pessoa vai precisar explicar o que está querendo dizer.

É um livro emocionante do começo ao fim. Com várias descobertas. Quero muito que esse livro tenha uma adaptação. E também quero que o máximo de pessoas possível leia esse livro.

"[...] e eu grito alto o bastante para Devon me ouvir do céu, EU CAPTEI O SENTIDO! EU CAPTEI O SENTIDO! EU CAPTEI O SENTIDO!"


Beijos e até mais 😊

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

@ManuscritoLiterario

© Manuscrito Literário – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in